Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Graças à Teresa Alves, webdesigner da SAPO, o blog Portugal dos Pequeninos mudou a montra. A partir de agora qualquer post escrito no dito blog é imediatamente reproduzido no Facebook. O que obriga a uma assiduidade a que ele já não estava habituado. Nem eu. A Teresa pediu-me uma auto-descrição que lá consta. Ficou assim:

Jurista. Mau jurista.

Leitor mais do que razoável.

Escreve algumas coisas sobretudo sobre as desventuras nacionais.

Não se leva excessivamente a sério e muito menos os outros.

Aprecia um bom vinho, uma boa ópera e um bom banho de mar.

Não gosta de restaurantes barulhentos com crianças a berrar. Grandes ou pequenas.

Lamenta ter nascido num país com pouca gente crescida.

Pensar o mundo

João Gonçalves 20 Out 15

 

«O que se passa em Portugal desde a noite eleitoral de 4 de Outubro passado é, neste sentido, tão evidente que todos os comentários se tornam supérfluos e dispensáveis. E a evidência é só uma: o socialismo democrático (ou, se quisermos, a social-democracia europeia, mas o mesmo se pode dizer do socialismo “tout court”) é hoje apenas o nome de uma marca sem um conteúdo identificável, o retrato de uma posição sem estratégia, a confissão de uma ambição sem convicções. O canibalismo político tem por isso, aqui, um dos seus pastos de eleição, como os próximos tempos não deixarão de confirmar.»

 

Manuel Maria Carrilho

Ler os outros

João Gonçalves 5 Mai 13

A Helena Matos sobre a "censura da moda".

 

"A onda" de Os Comediantes.

 

O Miguel Castelo-Branco sobre "a iconoclastia (in)tolerante".

 

O João Pereira Coutinho em matéria de "culpas".

 

O Eduardo Cintra Torres, por vezes excessivo na adjectivação ("escândalo" é uma interpretação, não é um facto), trata de um assunto recorrente, a liberdade de informar vs. "deontologias" editoriais, a propósito do afastamento inopinado de uma jornalista do quadro da TVI.

Sugestão

João Gonçalves 9 Abr 13



A estreia do João Távora em letra fixa de forma.



Estou com o Medeiros. «Retomo à minha maneira, sempre que muda a hora,  aquele verso de Ruy Belo «Espero pelo verão como por uma nova vida». Embora hoje a chuva não tenha permitido celebrar a mudança. Talvez amanhã [hoje] ao fim da tarde.» Na actividade pedestre, as coisas entretanto não prometem "nova vida". Segundo um velho cliché da política, os nossos inimigos estão ao nosso lado e os nossos adversários estão à nossa frente. Por consequência, os que estão à nossa frente apresentam moções de censura. E aos inimigos do lado deve apresentar-se moções de censura ética. E, a seguir, um pano encharcado na cara. "Espero pelo verão".

Ler outros

João Gonçalves 23 Dez 12

Vale a pena ir lendo o Paulo Gorjão. É um aliado crítico (não conheço, aliás, outra forma de o ser) do actual governo e enxerga para lá das nossas pobres fronteiras físicas e mentais. Nem sempre estamos de acordo mas isso só pode ser um bom sinal. Num universo comunicacional dominado pela redacção única e por uma fila de papagaios em efectividade de funções e em lista de espera, o que se lê e vê independentemente da plataforma de acesso torna o esforço da exigência, mesmo que minoritário, fundamental.

Tags

Escrevam

João Gonçalves 10 Ago 12

O Quarta República, um blogue amigo, colectivo, passa a ter como convidados Joaquim Aguiar e Manuela Ferreira Leite. Aguiar é das poucas presenças televisivas a falar de "política" que sabe do que fala. "Ajudou" presidentes, particularmente Eanes. Ajuda-nos a perceber "isto". Ferreira Leite foi a minha escolha para primeiro-ministro, em 2009. É o melhor elogio que lhe posso fazer. Escrevam.

Tags

Parece?

João Gonçalves 3 Jun 12

Estrela Serrano começa este post a dizer que «parece que até o que se escreve em blogs é objecto da bufaria.» Não me diga, Estrela, que só agora é que deu por isso. 

 

Ilustração: Grant Robinson

«Blogue de um assessor do actual Governo»

João Gonçalves 12 Fev 12

Há dias um colega, interessado por livros e banda desenhada, chamou-me a atenção para o número de Janeiro da revista Ler. Trazia uma entrevista com o poeta e cronista Manuel António Pina realizada por Carlos Vaz Marques. Enviou-me cópia. Lá pelo meio M. A. Pina fala, com graça e alguma maldade, do Joaquim Manuel Magalhães, meu amigo de sempre e professor numa aventura na Faculdade de Letras. E de blogues. Diz o poeta, e cito Miguel Serras Pereira, que «há um conjunto de blogues de que sou afim: Entre as Brumas da Memória, duma senhora com quem até já me correspondi, o Der Terrorist, o Vias de Facto. E depois também frequento outro tipo de blogues: o Blasfémias, que é um blogue de direita, o 31 da Armada, monárquico, o Arrastão, o Aventar, o 5Dias, o Meditação na Pastelaria, da Ana Cristina Leonardo, de quem gosto muito, o Portugal dos Pequeninos…» A seguir Vaz Marques "recorda" ao entrevistado que este último é um "blogue de um assessor do actual Governo" como se fosse esse o "ponto" de um blogue com mais de oito anos de existência, ou se ser assessor de um Governo, e deste em especial, fosse incompatível com o gosto de M. A. Pina visto por Vaz Marques e, no limite, uma coisa imprópria para um intelectual ler. Mas o poeta cronista respondeu. «É (um blogue de um assessor do actual Governo). Chama-se João Gonçalves. Por acaso tenho tendência a concordar com muitas das coisas que ele escreve. São afinidades. E isto para quê? À procura de uma coisa que me dê uma espécie de clique. Eu não posso dar notícias, as notícias já estão dadas.» Venha sempre, Manuel.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor