Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Putin e a "Europa"

João Gonçalves 30 Jul 14

 

Imagino que o sr. Putin não durma a pensar nisto. A "Europa", um autêntico cadáver em férias dirigido por "políticos" e burocratas que mais parecem agentes funerários, aparentemente não se enxerga. Os "alargamentos" são inversamente proporcionais à "dimensão" política dos seus dirigentes. Acham, coitados, que assustam alguém fora de fronteiras quando, na realidade, apenas têm cavado o fosso da "descoesão" interna, vexando sempre que podem (o "podem" é plural majestático) os parceiros sulistas e periféricos que praticamente já só se deslocam a Bruxelas e a Berlim de cócoras. Putin é literalmente de outro mundo. Despreza, como decorre da carapaça eslava, pusilânimes e balões de feiras políticas. Manifestamente não lê a D. Teresa de Sousa ou escuta os luminosos "correspondentes em Bruxelas e Estrasburgo". Joga nos limites da democracia e dos "direitos" de que a "Europa" se julga guardiã. Pobre polícia. A meter-se com um a sério.

3 comentários

De Q a 30.07.2014 às 14:04

Muito bem.

De Atento a 30.07.2014 às 22:31

Discretamente Putin vai cativando,  com um sucesso cada vez mais obvio, os partidos ditos populistas, em ascensão um pouco por toda a Europa, com destaque para a cada vez mais abertamente Putinista Frente Nacional francesa.

http://www.nytimes.com/2014/05/21/world/europe/europes-far-right-looks-to-russia-as-a-guiding-force.html

A França "arrisca-se" a ter em 2017 uma presidente abertamente alinhada com a Rússia.

De Carlos a 31.07.2014 às 09:56

Esta é visão da maior parte dos analistas: o tipo da foto tem a UE e os USA na palma da mão. Até pode ter em alguns aspectos. Mas convém não esquecer: a sociedade russa é, hoje em dia, uma plutocracia. Se as sanções dos dois grupos económicos acima mencionados se agravarem ao ponto dos números dos bilionários russos entrarem no vermelho carregado, o senhor da foto irá fazer voz grossa para a Sibéria. E entrará outro mais moderado que consiga fazer um acordo que agrade a todas as partes: a Russia vende o seu gás, os russos compram os mercedes, há uma solução qualquer de compromisso para a Ucrânia e, mais importante de tudo, os bilionários voltam a ter os seus números no verde e a serem admitidos nas festinhas do caviar & champanhe por esse mundo fora. 

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor