Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O "percalço"

João Gonçalves 23 Set 14

Quando passei pelo programa da Fátima Campos Ferreira, na RTP de segunda à noite, deparei com uma pessoa com quem partilhei a única reunião a que assisti, em representação do então ministro da economia, de "coordenação" dita política do governo gerida pelo prof. Poiares Maduro e pelo Pedro Lomba. Nessa altura, a dita pessoa tinha acabado de aterrar (literalmente porque tinha vindo do outro lado do Atlântico) no ministério da justiça para ser chefe de gabinete de Paula Teixeira da Cruz depois da demissão do chefe de gabinete "original" (veio-se a saber depois que este tinha alertado atempadamente para isto a que a ministra chama agora de "percalços" no CITIUS). Entretanto, António Moura - é assim que se chama o cordial diplomata de carreira e a tal pessoa do programa da Fátima - passou a secretário de Estado da justiça e estava no auditório da Champalimaud a dar a cara pelo "percalço". E, presumivelmente, por Teixeira da Cruz. Correu-lhe muito mal. Provavelmente como me teria corrido a mim se estivesse na pele dele. Moura não merecia a provação a que o "dueto" ministra-presidente do instituto que gere o CITIUS o sujeitou. Está num lugar errado. Um "percalço" desnecessário na vida dele.

 

 

Adenda: "Não vou fazer rolar cabeças" antes do CITIUS estar em pleno, afirmou a ministra. Nem parece dela recusar-se a entender que, mais do que técnico, o problema é político. O mau gosto dos termos utilizados roça o das antigas purgas sovieto-chinesas. Mas infelizmente este governo foi-se transformando numa caricatura democrática do pior sovietismo mesmo, ou sobretudo, nos seus acessos liberalóides. E já não sai disto.

2 comentários

De fado alexandrino a 23.09.2014 às 15:19

Se assim permitir colocarei aqui o que disse noutro sítio


"Vi um bocadinho.
Envergonhei-me com a parcialidade com que tudo foi cozinhado.
No palco dois contra três.
Na plateia todos contra.
O autarca era do PS.
Não há um pingo de vergonha em fazer aquela palhaçada?"


Acrescento.
Do que ouvi da pessoa que menciona portou-se com altíssima categoria, fazendo notar a boçalidade de alguns.

De observador labrego a 23.09.2014 às 23:20

Meu caro como tem passado?


Fico contente de mais uma vez, qual Cassandra, que não tenho mui sorte em ter tendência para ser, vê-lo reconhecer, finalmente, que estamos em presença dum PREC de direita, feita por marxistas-Leninistas-Estalinistas de direita.


Infelizmente, não prevejo nenhum 25 de Novembro salvífico ....


De qualquer forma já inventaram uns "Impostos Verdes" para acrescentarem à lista dos já existentes, para nos fazerem a ocupação selvagem da carteira e seu cotão!

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor