Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Batemos no fundo

João Gonçalves 6 Mar 14

A manifestação dos agentes da autoridade, por um lado, e os outros agentes da autoridade de serviço nas cercanias do parlamento a resistirem a exceder a proporcionalidade na contenção dos primeiros, por outro, revelaram o "estado da arte". As "elites" partidárias, no recreio, discutem dálmatas e o fantasma de Salazar (apesar de o fradinho do Vimieiro, com todos os seus defeitos, não ser comparável com estes emplastros) nos prolegómenos apeixeirados das "europeias". Batemos no fundo.

1 comentário

De monge silésio a 07.03.2014 às 11:28


1. Se há palavra mais próxima da palavra Estado é historicamente ...polícia.
2. Se há função que é do Estado e é básica é a defesa (territorial, e interna), segurança, e obviamente a justiça: intermediadora da sociedade civil e da "policia" estatal.
3. Os impostos servem para tais funções. Para proteger do potencial inimigo anónimo da rua ou de outro Estado predador.
4. No socialismo "de direita" do PSD devemos ter mais impostos para educação e coisinhas que tais (Ferreira Leite)...só que ...só... temos ...dinheiro, sem pedir emprestado, para... funções essenciais.
5. Não temos dinheiro pois para assessores, assistentes sociais, amas públicas, professores de  sociologia, psicologia, antropologia, ...(e outras logias, a não ser (com sorte...de sobrar algum guito) Língua, Matemática, Física, História, Desporto), politicos de carreira, autarcas, sanguessugas da sub-empreitada, escritórios de advogados, administrativos da caridade pública, ...e esta é a Reforma do Estado.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor