Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

OS NOSSOS POBRES MONÁRQUICOS

João Gonçalves 18 Mai 09


Este post, vindo de uma pessoa inteligente como o Nuno, é uma gratuita provocação. Para bem ou para mal, o Estado português tem a forma republicana. O Chefe de Estado é o Presidente da República eleito nos termos da Constituição por mais que isso custe aos pergaminhados de sangue colorido. O resto são salamaleques patéticos perante uma figura que, na hierarquia do Estado, representa nada. O facto da criatura ser católica não lhe dá nenhum direito particular a aparecer na televisão pública armada em comentador. Ainda por cima fala mal e exprime-se pior. Depois, existem muitos republicanos que são tanto ou mais católicos do que muitos monárquicos. Razão tinha D. Carlos quando desabafava que não ia longe com os seus monárquicos. Viu-se. Nós também não.

30 comentários

De Anónimo a 18.05.2009 às 19:51

Sou monárquico. Se o Sr. Presidente da República está numa cerimónia onde está o Sr. Duque de Bragança e que é coberta pela RTP, cabe a esta organizar as coisas de modo que não haja melindres, nem para o Sr. Presidente da República, nem para o Sr. Duque de Bragança.
Diria mesmo que a Sua Alteza, não passa pela cabeça que ao Presidente da República não seja dada a primazia que hoje oficialmente tem. Quem nasce neto de reis e imperadores, afilhado de um Papa e de uma Rainha de Portugal, primo próximo de todos os soberanos da Europa que importa, a quem o Imperador do Japão vem trazer ao táxi quando este o visita em Tóquio, não precisa de se pôr em bicos de pés. Nem sabe o que isso é.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor