Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Sem limites ou vergonha

João Gonçalves 10 Out 13

Afinal o"penta" do líder do CDS na noite das autárquicas referia-se não às minúsculas câmaras que arrecadou, mas aos cortes - a única "reforma do Estado", não vale a pena disfarçar mais - que vão ser aplicados aos trabalhadores investidos em funções públicas, no activo ou não. Começou com Sócrates em 2010, prosseguiu tranquilamente à conta do "memorando" e continua matemática e cegamente em 2014. Se se somar a isto a "contribuição extraordinária" (afinal, "ordinária") e os impostos, até devemos ir mais longe que o "penta", para usar um termo querido ao primeiro-ministro. Por isso, e contrariamente ao que ele sugeriu num talk show estilo "quem quer ser ainda mais pobre?", aqueles que puderem emigrar, dos 7 aos 77 anos, emigrem. Custa menos ter vergonha desta deliberada miséria instintual (onde se incluem as torpezas que o prof. Crato anda a perpetrar no chamado ensino especial por causa do Excel e, sobretudo, por causa dele) e material à distância.

3 comentários

De João Vargas Moniz a 10.10.2013 às 19:49

Sem limites, sem vergonha, sem dimensão política, cívica e, acima de tudo, ética.
Alguma coisa poderá vir a caminho; se vier, é muito mau, se não vier é trágico.
Preparemo-nos, pois, para morrer no altar da pátria para termos funerais de Estado, com a augusta presença dos beneficiários das pensões vitalícias.
R.I.P.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • João Gonçalves

    Primeiro tem de me explicar o que é isso do “desta...

  • s o s

    obviamente nao é culpa do autor ter sido escolhi...

  • Anónimo

    Estou de acordo. Há questões em que cada macaco se...

  • Felgueiras

    Fui soldado PE 2 turno de 1986, estive na recruta ...

  • Octávio dos Santos

    Então António de Araújo foi afastado do Expresso p...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor