Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

UMA TRAGICOMÉDIA

João Gonçalves 7 Dez 11


«Para pequenos países como Portugal e Espanha, pagar a dívida é uma ideia de criança. As dívidas dos Estados são por definição eternas. As dívidas gerem-se. Foi assim que eu estudei.» Como diria Shakespeare, eis o mais recente herói da esquerda moderna portuguesa (e ícone de seis anos de PS no poder), qual Iago com o pé em cima do peito de Otello. Na "realidade", Portugal faz de Otello na iluminada cabeça da criatura. Seria cómico se não fosse trágico.

21 comentários

De Eduardo Saraiva a 07.12.2011 às 14:41

"Porreiro pá!"

De Anónimo a 07.12.2011 às 15:03

Não sou psiquiatra para elaborar relatório sobre a incapacidade ou capacidade de este senhor medir todas as implicações resultantes da gravidade da afirmação proferida, especialmente porque vinda de quem nos endividou até à falta de dinheiro para pagar salários à função pública. Uma coisa é certa: desgraçado de quem der crédito a este senhor, que esbanja desprezo por quem nos ajudou e mantém ligados à máquina.

De Anónimo a 07.12.2011 às 15:19

Queira Deus que José Sócrates não esteja a fazer caminho para um cargo Europeu relevante.

De Anónimo a 07.12.2011 às 15:37

http://adoutaignorancia.blogs.sapo.pt/263426.html

De PSC a 07.12.2011 às 15:41

"Pacta sunt servanda" diziam os romanos há mais de 2000 anos!

Eu só gostaria que me explicassem como foi possível haver 2.000.000 de "portugueses"??? a votar nesta alimária???!!!
E convidam-no para dar conferências? Sobre quê? Off-shores? Corrupção? Aldrabar meio mundo? Obter diplomas falsos? "Porqué no te callas"? De vez! Dá vontade de vomitar!

De Anónimo a 07.12.2011 às 16:07

Olhe que não. As dívidas não são mesmo para pagar. Aliás, nem é preciso ser versado em assuntos de economia, basta olhar para o que se passa à nossa volta, para perceber que em recessão quanto mais de paga, mais a dívida aumenta.
Quando será que em Portugal a razão substitui a paixão?

De Anónimo a 07.12.2011 às 17:01

Ahahahah!
"They live."
Merkwürdigliebe

De Anónimo a 07.12.2011 às 17:03

A melhor parte do vídeo que está no CM é quando acaba, com a sumidade a explicar que aquilo "é uma discussão muito técnica", certamente de requisitos muito acima do nível médio dos neurónios dos "ouvintes" daquela universidade, o que significa que o propósito foi e é outro. A outra pérola é quando afirma "foi isso que eu estudei durante [pausa] tempo". Neste caso a unidade deve ser o segundo.

De Anónimo a 07.12.2011 às 17:32

O socialismo acaba quando acaba o dinheiro dos outros.

De Anónimo a 07.12.2011 às 17:38

Neste vídeo, ao 11º minuto, Sócrates fala sobre renegociação da dívida, que nas palavras do próprio significam "calote aos credores", "absolutamente trágico", "passar a fazer parte do lote dos países da lista negra e em "colapso do sistema financeiro". Foi quase aí que nos levou o endividamento galopante que já vem de um tempo em que nem crise havia. E previu, no mesmo vídeo: "desemprego, falências e miséria". Agora dá conferências sobre o assunto, pelos vistos a latino-americanos.

http://www.youtube.com/watch?v=WW5FfhogFiM

Comentar post

Pág. 1/3

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor