Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

A sensação de irrealidade

João Gonçalves 21 Jan 13



«De Portugal, que lhe direi? A decadência do país, por falta de braços e dinheiro, é manifesta. Lisboa suja, as estradas esburacadas, um ar de decadência que, se não fosse mesquinho e acabrunhador, seria saudável, por o país perder aquele ar lavado e penteado por decreto, que o tornava arrebicado e ridículo. Apesar de as possibilidades de informação serem hoje muito maiores e atingirem maior número, a sensação de irrealidade persiste.»

 

Carta de Jorge de Sena a Sarmento Pimentel (8.5.1969)

1 comentário

De Marques a 23.01.2013 às 01:55

Típico. Sena,um dos máximos poetas e romancistas portugueses do século XX (a dimensão da produção não interessa,podia só ter escrito uma poesia ou um conto) tinha no entanto péssimo feitio resultante de uma visão amarga do mundo e das gentes,sobretudo estas,que pensava que nunca lhe tinham dado o reconhecimento devido,particularmente a cátedra plena,que tanto ambicionava. O texto do post é característico: se Lisboa está limpa,é arrebicada e ridícula,se está suja é mesquinha e acabrunhadora. Não há saída. Por mim,pessimismo sim,mas não excessivo,ou tolda-nos o espírito.Enquanto podemos gozar de espírito ,e "não nos toca ao ombro a mão que chama à barca que não vem senão vazia".

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor