Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O PSD AO ESPELHO - 3

João Gonçalves 18 Abr 08

Pacheco Pereira está fazer o habitual "trabalho de casa" como "prefeito para a doutrina social-democrata". Pérolas a porcos, caro JPP. V. dirige-se a um proto-partido, não àquilo que está no "terreno", àquilo que vota. Os "alternativos" do dia - Branco e Coelho -, alheios à "doutrina" e ao país, são gaitas que não assobiam.

Tags

1 comentário

De ruy a 18.04.2008 às 18:43

Com Luís Filipe Menezes e Santana Lopes, o PSD tem vivido em contra ciclo. Para eles, o PPD/PSD, como Santana Lopes não se cansa de afirmar, deve seguir uma política neoliberal em que “o Estado não pode ter o monopólio da Saúde, Educação e Segurança Social, em que o Estado deve sair do ambiente, das comunicações, dos transportes, dos portos, e na prestação do Estado Social deve contratualizar com os privados”, etc, como dizia Luís Filipe Menezes há bem pouco tempo. Ora, esta política não é outra senão a que Sócrates vem exercendo com alguma eficácia. É uma política cujos princípios são compartilhados não apenas por Santana Lopes, mas também por Ferreira Leite, António Borges e muitos outros. É o velho PPD, esgotado, estafado, vivendo com todos os seus fantasmas do passado, que nada de novo tem para oferecer ao eleitorado.

Se verdadeiramente o PSD quer conquistar o poder e fazer frente à governação Sócrates, terá que fazer jus ao seu próprio nome – partido social democrata – e propor aos portugueses uma verdadeira política social democrata. Uma política em que o acerto das contas públicas não se faça à custa do aumento de Impostos e cortes nas Funções Sociais do Estado, mas apenas com a redução da Despesa Pública. Terá que encontrar um líder capaz de romper com todos os privilégios criados por este “centrão” politico, romper com a promiscuidade reinante entre o poder politico e económico (com troca de cadeiras a toda a hora), romper com os privilégios das grandes empresas monopolistas nacionais, (que somam lucros escandalosos a cada ano), terá que encontrar um líder capaz de relançar o País para um verdadeiro e consolidado desenvolvimento económico, onde se atenuem progressivamente as desigualdades sociais que uma política neoliberal cega tem vindo a agravar.

Mas será que existe alguém no PSD capaz de responder ao chamamento deste Tempo?

Inserir comentário

De
(moderado)
Este blog tem comentários moderados.
(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres
captcha

O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor