Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O CONSELHEIRO

João Gonçalves 19 Nov 08


Dias Loureiro, poeta e apresentador de biografias do senhor 1º ministro e seu confesso "admirador", ex-administrador de bancos, ex-ministro e actual conselheiro de Estado não pode continuar "blindado". Não é por ele, com certeza. É o género de figurinha que desprezo. Acontece que foi indicado para o Conselho de Estado por Cavaco Silva, um género de pessoa que costumo estimar. Por isso o Eduardo, desta vez, tem razão.

Tags

UM CASAL PERFEITO

João Gonçalves 19 Nov 08

Mário Nogueira está muito bem para Maria de Lurdes Rodrigues e Maria de Lurdes Rodrigues está muito bem para Mário Nogueira. Ficarão para a história como os afundadores da educação nacional nos alvores do século XXI em Portugal.

SIGNIFICANTE E SIGNIFICADO -2

João Gonçalves 19 Nov 08

1. «Em termos puramente economicistas, há uma lógica de continuidade no propósito de acabar com a Colóquio/Letras depois do fim dado à Colóquio/Artes, à Colóquio/Ciências e ao Ballet Gulbenkian. Actualmente, com o serviço de edições parado, por enquanto não extinto mas parado, a Gulbenkian vê-se reduzida à programação de concertos clássicos, ao museu da colecção do patrono, à episódica realização de exposições temporárias — culminando nesse monumento ao cabotinismo que dá pelo nome de Weltliteratur —, a um Centro de Arte Moderna entretanto desvirtuado da sua função original (e hoje paralisado) e, last but not least, ao serviço de bolsas.» O Eduardo Pitta escreve isto no contexto da putativa e parva remoção de Joana Moraes Varela da direcção da Colóquio-Letras para "adequar" o produto à correcção dos "novos tempos".

2. Sucede que, antes, o Eduardo decidiu alinhar por aquela "tese" peregrina de que a Dra. Ferreira Leite - porque se exprime mal e não tem graça alguma - esconde o fascismo na malinha de mão. O Eduardo fala numa fantástica "tese do cordão sanitário" que, não fosse o caso de sermos amigos, lhe valeria, desde já, um directíssimo bardamerda. Aliás, a foto que ilustra o post nem sequer lembraria ao zelota Santos Silva. Podemos gostar - é um direito, digamos, natural - de Sócrates, da sua sua ficção e, até, da sua notável propaganda tão diligentemente encaixada nos meios tradicionais e não tradicionais de "comunicação social e cultural". O que não devemos é ser desonestos intelectualmente. Talvez na "socrolândia" já valha tudo e eu é que estou desfocado como o personagem de Woody Allen. Talvez.

O ESTADO DA NAÇÃO

João Gonçalves 19 Nov 08


«E Zaratustra se deteve e reflectiu. Finalmente disse, turbado: "Tudo se tornou mais pequeno!" Por todo o lado vejo portas mais baixas: quem é da minha espécie pode passar ainda por elas, sem dúvida - mas tem de se curvar! (...) Caminho através deste povo e mantenho abertos os olhos: tornaram-se mais pequenos e tornam-se cada vez mais pequenos (...) Redondos, justos e bondosos são uns com os outros, assim como são redondos, justos e bondosos os grãozinhos de areia entre si. Abraçar modestamente uma felicidade - a isto chamam eles "resignação"! (...) No fundo, o que mais querem é simplesmente que ninguém lhes cause dano... Virtude é para eles o que os faz modestos e mansos: com isso converteram o lobo em cão, e o homem no melhor animal doméstico do homem.»

Friedrich Nietzsche, Assim falava Zaratustra

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor