Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

PARA NADA

João Gonçalves 5 Nov 08

Por causa de Obama, não se prestou a devida atenção ao Parlamento doméstico. Nele, a deputação e o governo começaram a discutir o orçamento de Estado para o ano eleitoral e o "enquadramento" legal das nacionalizações. Como se estivéssemos de volta a 75 na desastrosa "saison" 2008/2009 que se avizinha. Parece que o PS do dito Parlamento e o PS no governo não se entenderam por causa das nacionalizações. Alegre fez o seu tradicional papel de moralista de serviço à esquerda. Consta que membros do governo até se dispuseram a alterar "à mão" e na hora o projecto legal para não incomodar o bardo. Aí, o PS parlamentar zangou-se com o PS governamental representado pelo fantástico dr. Lacão. E vice-versa. Tanto teatro, e do mau, para nada.

Tags

O "I CAN" DE OBAMA

João Gonçalves 5 Nov 08

«São tais e tantas as esperanças de “mudança” depositadas em Obama, que ele, evidentemente, não poderá satisfazê-las. Uma parte imensa do seu eleitorado e a larga maioria dos seus admiradores mundo afora contam com ele para que os Estados Unidos deixem de ser os Estados Unidos. Isso não acontecerá. Se viesse a acontecer, e Obama passasse a atentar contra os interesses do país (é o que muitos esperam), o homem sucumbiria. De um jeito ou de outro. Indica a lógica do processo, depois do “We can” de toda aquela gente que realmente crê estar vislumbrando a Nova Jerusalém, que Obama terá de mostrar a um grupo muito mais restrito — o establishment — o seu “I can”. Aquele “we” resume esperanças difusas de “progressismo”, de um país que renunciaria a boa parte do que o faz ser a América. E com o “i” ele vai ter de provar que, além de ser um deles, é o melhor de todos eles — e por isso é o presidente. Já na campanha, aproximou-se Colin Powell, um republicano ilustre, e teve o apoio de Paul Wolker, uma espécie de emblema dos homens que são, vamos dizer, o esteio da América.»

Reinaldo Azevedo

Tags

BOM DIA E BOA SORTE

João Gonçalves 5 Nov 08


Hoje é suposto o mundo ter acordado mais "porreiro". Até o José Pacheco Pereira o revela depois de uma noite de aparente insónia partilhada entre conversas de chacha com os seus amiguinhos da Quadratura e um batalhão de papagaios na América</span>. Isto é, a realidade - que, por exemplo, nas lotas do peixe começou a meio da madrugada e nas bolsas europeias com elas a cair - continua o seu implacável caminho, indemne à "esperança" e a mais um "homem novo". Desde que o homem deixou de ser um macaco, tem sido sempre assim. Dito isto, bom dia e boa sorte.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor