Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

PANTOMIMA

João Gonçalves 2 Out 08


Manuel Alegre "combinou" com Sócrates fazer o "número" do indignado. Cada vez que a monolítica agremiação a que ambos pertencem se manifesta no Parlamento, Alegre, com ou sem óculos escuros, apresenta uma declaração de voto, vota contra ou vem cá fora - como agora por causa dos casamentos entre same sexers e a original disciplina de voto "imposta" pelo sr. Martins - dizer que é preciso "liberdade", retirando-se com aquele ar de quem carrega o peso do "mundo de esquerda" nas costas. Sócrates, com o partido desertificado e acéfalo, precisa de uma figura retórica como Alegre. E precisa, sobretudo, da figura que ele costuma fazer. Alegre necessita de Sócrates para ser, de novo, candidato presidencial, a única coisa, aliás, que o move e que está assente entre os dois há muito tempo. Por isso, volta e meia assistimos a estas pantominices. Estão bem um para o outro.

A VIDA NUM CONTENTOR

João Gonçalves 2 Out 08

Esta senhora não teve a "sorte" de viver em Lisboa. Provavelmente a Câmara de Viana do Castelo não tem "património disponível", como a CML, e a senhora não tem amigos que lhe "metessem cunhas" para, em vinte anos, arranjar uma casa. Quem, dos bafejados pelo "património disponível" da CML, estaria pronto a aguentar a vida num contentor?

UNIÃO EUROPEIA OU SOVIÉTICA?

João Gonçalves 2 Out 08

Na Europa existe um senhor, de seu nome Juncker, do Luxemburgo, que é uma espécie permanente de "três em um". "Acumula", com as funções domésticas, a de presidente da comissão europeia, de presidente em exercício e de presidente da UE (um cargo previsto no funesto tratado lisbonense), todos putativos, que ainda não existe. Juncker é o "barómetro" da UE mais do que Barroso ou Sarkozy podem ser. Ficou muito satisfeito com a passagem do "plano" no senado dos EUA e deve ter inspirado aqueles dois relativamente à hipótese de a Europa se "salvaguardar" (isto é, salvagurdar as instituições financeiras) à custa dos seus contribuintes. A Alemanha, felizmente, não acompanha esta "ideia" que alteraria a "natureza" da UE. Na realidade, isto é uma "união europeia". Não é uma "união soviética". Make no mistake.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor