Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

A ETERNA MAIORIA SILENCIOSA

João Gonçalves 28 Set 08

Passaram trinta e quatro anos. A tropa e os "populares" puseram-se às portas de Lisboa à procura da "reacção" nos bolsos, nas malinhas de mão e nas bagageiras dos automóveis. A "maioria silenciosa" acabou por se manifestar de outra forma, mais tarde, em eleições. Nessa altura, a democracia era "gira". Agora é uma espécie de provincianismo global. Ora o maior problema dos não sei quantos actos eleitorais que se avizinham é justamente a velha "maioria silenciosa". E se ela, desta vez (porventura ajuizadamente), não quiser sair de casa?

PSD LÁZARO

João Gonçalves 28 Set 08


O dr. Marques Mendes escreveu um livro. E fartou-se de falar dele. Dele, livro, e dele, Marques Mendes. Parece que é uma espécie de manual de ética para políticos. E de "ideias" para o futuro do país. Meio desse país político abençoou este regresso de Lázaro e procurou, com afã, um autógrafo talvez por causa da "ética" e das referidas "ideias". Estimo o dr. Mendes. Estava a fazer um trabalho meritório como líder do PSD quando foi afastado pela desgraça ambulante de Gaia. Porém - e como o próprio faz questão de lembrar - Mendes anda "nisto" há anos e anos. Começou, praticamente de bibe, como adjunto do então governador civil de Braga. Eurico de Melo "empurrou-o" por aí abaixo. Quando Cavaco se foi embora, "exigiu" a Fernando Nogueira que o substituísse. Deixou-se tentar pela chefia do partido que só chegou depois do colapso de Santana. Pelo caminho, ocupou cargos ministeriais influentes. Ou seja, Mendes teve tempo de sobra não para escrever um livro mas, sim, para colocar em prática as "ideias" que lá vêm. Passos Coelho "fervilha" de "ideias". Santana não nega ter as suas. Marcelo, pelo menos até Março, tem o seu "palco" sonso na RTP garantido, mesmo que "apertado" pelo poder. Mendes é o que se vê e até Menezes aparece todas as semanas para fazer o seu pequeno número de circo. Manuela, entretanto, toca e foge. Alguém precisa fazer urgentemente um congresso extraordinário na sua cabeça. A questão é saber quem é o primeiro.

Tags

LOUIS-FERDINAND CÉLINE

João Gonçalves 28 Set 08


«Un diamant noir comme l'enfer». No Dragoscópio.

Tags

NÃO HÁ MAGALHÃES DE GRAÇA

João Gonçalves 28 Set 08

Chávez deixou Sócrates à espera dele meia-hora no passeio junto à FIL, local de onde foi transmitida, em directo para a Venezuela, a sessão de negócios e o discurso de auto-elogio do petrolífero presidente. É normal. Quem paga, manda.

POR QUE SE MATAM OS POLÍCIAS?

João Gonçalves 28 Set 08


Em poucos dias - não é "notícia" porque estraga o falso "glamour" em que o regime vive - suicidou-se uma meia dúzia de agentes policiais, ora da GNR, ora da PSP. Desde quase adolescentes (vinte e pouco anos) até homens mais maduros, esta gente que supostamente vela pela nossa existência, decidiu colocar um termo à deles porquê? A presença constante de uma arma é tentadora? A vida "privada" e a de agente da autoridade cruzaram-se em algum nó górdio irreversível? Sem provavelmente terem lido muita filosofia, estes homens, no acto limite do suicídio, descobriram aquele que alguns consideram o único "tema" verdadeiramente filosófico. E levaram, para a eternidade, esse segredo. Falo disto porque eram pessoas com uma função especial que, diz-se, o regime tem o dever de acarinhar para que eles cumpram o dever de nos proteger. Afinal, nem eles conseguiram proteger-se de si próprios. Dá para pensar.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor