Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O "CONCRETO"

João Gonçalves 8 Set 08

Mário Crespo ainda não ultrapassou completamente a síndrome da "saison" idiota. Não arranjou melhor para comentar Ferreira Leite do que o dr. Menezes, seu funesto antecessor. Deu-lhe quase uma hora de antena para o autarca de Gaia desfiar um pseudo-programa "concreto", sem um módico de nexo, por suposta diferença com as não propostas "concretas" de Manuela. Aliás, o dr. Menezes parecia que tinha acabado de chegar do anúncio da "fundação respublica" do eng.º Sócrates, lugar onde seguramente está mais à vontade do que no PSD. Absorveu em absoluto a "técnica" dos anúncios sobre anúncios (o "concreto" não passa, no essencial, disto) que constitui o sucesso virtual deste governo. Manuela vai precisar da energia de uma Palin e da clarividência de uma Clinton para aguentar tanto estupor.

PAÍS DE EVENTOS

João Gonçalves 8 Set 08


Meio país mobilizou-se, ao vivo e nas televisões, para ver passar umas avionetas por cima do Douro, entre o Porto e Gaia. Com o seu peculiar instinto anti-teoria das catástrofes (como uma espécie de contra-René Thom português), José Medeiros Ferreira já nos tinha prevenido que isto só lá vai se Portugal for "um país de eventos". Sócrates também seguiu o conselho e vai anunciar uma fundação, intitulada "Respublica" (para PS's e "boys" adjacentes), a versão "esquerda moderna" da antiga "acção nacional popular" do infeliz prof. Marcello Caetano. Continuamos tão parolos como antigamente.

A ESPINHA DORSAL DIREITA OU O REGIME

João Gonçalves 8 Set 08

«Resta saber se o PSD está disponível para ser a voz tribunícia de todos os que são vítimas desta nova forma de autoritarismo docemente difuso, assente numa longa rede de micro-autoritarismos subestatais, onde, em muitos segmentos, não falta o colaboracionismo de alguns militantes do PSD, ainda à espera da manutenção da tradicional aliança da esquerda moderna com a direita dos interesses. Porque, tal como nos últimos anos da década de setenta do século passado, o PS parece ter sido assaltado pelo colaboracionismo de mentalidades pouco dadas ao pluralismo e à autonomia da sociedade civil, admitindo certas formas serôdias de neogonçalvismo refinado, onde, nalguns casos são mobilizados fascistas folclóricos e estalinistas não arrependidos.» José Adelino Maltez diz tudo sobre o "ano político" ( e não só) que se avizinha. Trata-se essencialmente de saber se as espinhas continuam ou não curvadas ao regime.

Tags

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor