Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

QUESTÕES FRACTURANTES

João Gonçalves 3 Jul 08

O aumento das taxas de juro activas, a quem é que prejudica? O aumento das deduções à colecta do IRS e a limitação nas taxas do IMI, a quem beneficiam em concreto? Qual é a real repercussão, junto do consumidor, de menos um ponto percentual na taxa normal do IVA? Qual é o sentido verdadeiro das frases «a nossa economia está a evoluir para um valor acrescentado cada vez maior» ou «o peso dos impostos é hoje menor do que era há uns anos»?

AS BENEVOLENTES

João Gonçalves 3 Jul 08


Regressou, por causa de Ferreira Leite, a discussão sobre os "costumes" e respectivas consequências jurídicas. Adianto, de novo, que não falo das minhas opções sexuais em público. Quem as quiser discutir comigo, é só enviar um mail e combinamos o hotel e o quarto. Joaquim Manuel Magalhães - que não é propriamente um idiota como tantos anónimos que têm para aqui despejado a sua bruta alarvidade independentemente das "posições" que "defendem" - sugere que, à semelhança da Inglaterra ou da França, se devia «tornar todas as ligações idênticas em termos civis, evitando o termo "casamento" e usando "união civil".» Salvo o devido respeito, que é muito, a manter-se o casamento na ordem jurídica (e eu sou dos que, desde sempre, não aprecia a instituição independentemente de quem nela participa), é pressuposto dessa manutenção que o mesmo - e todo o cortejo legal que o acompanha - se aplique exclusivamente a um contrato celebrado entre pessoas de sexo diferente. Presumo que a Lei n.º 7/2001, de 11 de Maio - conhecida pela lei das uniões de facto e obra do PS na "encarnação Guterres" - tenha sido aprovada precisamente porque o legislador parlamentar democrático também entendeu, em perfeita liberdade, que aquela é, de facto, a "natureza" do casamento. Caso contrário, o diploma seria redundante e um «enfeite» para o PS usar quando lhe dá para ser de "esquerda". Na realidade, o que os escandalizados com Manuela Ferreira Leite deviam fazer era exigir ao PS que, em vez de colocar cartazes demagógicos da JS pelas ruas, regulamente a lei por forma a, como diz o JMM, «tornar todas as ligações idênticas em termos civis». E, já agora, «idênticas» em direitos e deveres e não apenas em direitos. Quanto aos casamentos - todos e de uma vez por todas - por mim podiam acabar já amanhã.

IMPLACAVELMENTE

João Gonçalves 3 Jul 08

Está encontrado o Luís Delgado da RTP. Parabéns, Carlos.

MANJEDOURAS

João Gonçalves 3 Jul 08


Comer. Sempre comer. Nem que seja nos melhores sítios com as piores companhias.

REGRESSO E ENTRADA

João Gonçalves 3 Jul 08

«José Sócrates regressa à televisão". E José Medeiros Ferreira? Entra no "socratismo" como o seu mocho de Minerva?

Tags

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor