Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

CANAS, THE VOICE

João Gonçalves 1 Jun 08

De uma maneira geral detesto a nossa "esquerda". Mas ainda consigo detestar mais o repelente sr. Canas, o porta-voz do PS, a fazer boquinhas contra os que, à esquerda, não bebem na cartilha plastificada do chefe dele. O sr. Canas subtrai. Não acrescenta nada ao mundo. Nem ao PS.

"UM PESADELO MORAL E ESTÉTICO"

João Gonçalves 1 Jun 08

»Habituados e contar com expedientes e bodes expiatórios e mal educados pela demagogia política, os portugueses comprazem-se em aspirar a muito mais do que podem e têm direito. Consomem mais do que lhes é permitido pelos seus rendimentos. Querem mais do que lhes autoriza a sua produtividade. Devem muito mais do que ganham num ano. Adoptaram os tiques da cultura do êxito, dos vencedores, da gente bonita e da exibição de capa cor-de-rosa. E parece não se importarem com as enormes desigualdades sociais que fazem desta sociedade um pesadelo moral e estético.»

António Barreto, in Sorumbático

FNATIZAÇÃO - 2

João Gonçalves 1 Jun 08

O problema é mesmo da raça. Na tranquila Suiça, os portugueses estão a dar um espectáculo deplorável de primitivismo, numa rua deserta de Neuchâtel, à espera da selecção e com direito a "directos" burgessos nas três televisões generalistas nacionais. Não há nada a fazer.

FNATIZAÇÃO

João Gonçalves 1 Jun 08

A selecção nacional, dirigida por um brasileiro mal educado, foi prestar homenagem à veneranda figura do Chefe de Estado e vice-versa. As televisões generalistas andaram pelo ar a "cobrir" o evento. Havia também uns palermas mascarados na rua. Foi em 2008. Podia ter sido em 1933. É o mesmo país e a mesma gente, "mansa" e estúpida. Só os Salazares é que não têm a qualidade do original.

NÃO NOS DESILUDA

João Gonçalves 1 Jun 08

José Pacheco Pereira, nos últimos anos, tem andado a fazer o papel do cego das tragédias gregas em relação ao seu partido. De vez em quando lá condescendia a fazer de coro, mas, no essencial, foi o cego. Não tem mais condições para continuar refastelado neste ethos. Pacheco foi um dos "autores morais" da candidatura da actual presidente "laranja". Por consequência, deve apresentar-se agora como um militante exemplar, disposto a servir a senhora e o partido no "terreno", sem floreados. Já não basta a grandiloquência e a facilidade da aparição mediática. O PSD não pode deixar de estar "refém" de determinados caciques para passar a estar de outros. A plateia que assistiu à entronização de Ferreira Leite metia medo ao susto. O lugar na primeira fila, ocupado por Pacheco ao lado de Luís Arnaut, a duas de António Preto e Helena Lopes da Costa por entre figuras vindas directamente do jazigo de família, confere-lhe uma especial responsabilidade. Não nos desiluda.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor