Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU
Nem o sargentão venezuelano nos livra do 15º aumento dos combustíveis este ano. Depois de ter andado seis meses aos beijinhos com a chanceler Merkl, espera-se que, ao menos, Sócrates tenha a coragem pública de defender a honra da parceira em Caracas. É o mínimo que se lhe pode exigir já que não levou o dr. Nunes, da ASAE, no avião para partilhar com ele a dissimulação.

«MUDANÇA»

João Gonçalves 13 Mai 08


A Constança Cunha e Sá, no programa Cartas na Mesa, da TVI, entrevistou D. Jorge Ortiga, o presidente da Conferência Episcopal Portuguesa e Bispo de Braga. Tratou-se de uma entrevista bem preparada em que D. Jorge procurou não ser politicamente incorrecto, isto é, onde deu a entender que a Igreja está aberta à "mudança" sem prejuízo da "doutrina". D. Jorge deseja uma laicidade que aceite as diferenças - "inclusiva" - e que rejeita, como lhe compete, o puro laicismo. Pura ilusão. À laicidade puxa-lhe, sempre que pode, o pé para o jacobinismo. A história, a remota e a presente, não evidencia outra coisa. Falar em "mudança", neste mundo sem Cristo, é ajudar à festa. Ratzinger não se cansa de repetir duas coisas. A primeira, que a Igreja não faz proselitismo. A segunda, que deve estar preparada para "viver" em minoria. É a esta "mudança" que a Igreja portuguesa deve atender. Não há outra.

ESTAR POR TUDO

João Gonçalves 13 Mai 08


O bom do eng. Sócrates vai à Venezuela com uma vetusta comitiva de empresários, mais o dr. Pinho e o eng. Lino. Só falta o dr. Mário Soares. Recorde-se que foi ele quem "abriu" as portas ao negócio do regime de Chávez com a GALP e tem sido ele, nos seus artigos e "charlas" pedagógicos, quem mais tem feito, por cá, pela "imagem" do grande democrata venezuelano. O tal que, pouco tempo após as recomendações de Soares, se referia à sua derrota em referendo nacional como uma "vitória de merda" dos outros. Sócrates olha para a Venezuela como uma oportunidade de negócio e Chávez olha para nós com aquela comiseração balofa de quem vive de escoar petróleo um pouco por todo o lado. Sócrates, mal ou bem, vem do ocidente e da Europa dos "direitos humanos", ex-colonizadora da América latina que, nas suas contradições e com a sua expansão, produziu criaturas como o presidente venezuelano. Negociar com ressabiados para quem a humanidade e a singularidade de cada homem contam pouco, a bem do pragmatismo universal em vigor, não diminui seguramente o sargentão. Chávez, achará Sócrates, vale bem uns barris de petróleo. Estamos por tudo.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor