Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

OS MACACOS A NU

João Gonçalves 27 Mar 08


O que mais incomoda nos vídeos que a SIC exibiu, passados dentro de salas de aula, é o comportamento simiesco dos "alunos".

Tags

PORQUE SIM

João Gonçalves 27 Mar 08


Depois do aborto, a esquerda quer agora acabar com o conceito de culpa como causa para o divórcio. Ou seja, se um cônjuge lhe der na gana e acordar a detestar o outro, pode divorciar-se. Se, para usar um exemplo que conheço, o cônjuge mulher casou porque estava grávida, apesar de ser uma "tradicional" que não suporta um marido que ela e a família consideram um "primitivo", poderá avançar para o divórcio. Bastará um ano de união para, querendo, qualquer dos cônjuges, sem mais, acabar com ela. O casamento não é um contrato vulgar como o de arrendamento nem um laboratório para testar vontades e brincar às casinhas. As pessoas não constituem direitos reais e têm, sobretudo, a liberdade de não casar. Entende-se por pessoas aqueles que, ao contrário dos outros animais, supostamente possuem valores e uma ética. Tal inclui a noção de culpa, a destrinça entre bem e mal. Banalizar estes conceitos, ou anulá-los pela força da lei, é, todavia, o caminho dos "tempos". Como escrevia há dias Vasco Pulido Valente, "o mundo moderno e a opinião que o sustenta autorizam o que autorizam e proíbem, muito democraticamente, o resto. As democracias, como se sabe, produzem com facilidade aberrações destas. Quem não gosta que se arranje ou se afaste."

A MÁ EDUCAÇÃO

João Gonçalves 27 Mar 08

O PORTUGAL DOS PEQUENINOS, em colaboração com o SORUMBÁTICO, oferece um exemplar deste livro ao autor do melhor comentário que, sobre o tema abordado nestes posts - 1, 2, 3, 4 , 5 , 6 e 7 -, aqui seja afixado até às 24 horas do próximo dia 30 de Março.

MORRER DE ESTUPIDEZ

João Gonçalves 27 Mar 08

Neste país - sim, até me custa a escrever Portugal para não ofender alguma história - morre-se mais de estupidez do que de qualquer outra coisa. Parafraseando Sloterdijk, o português é o animal que não encaixa.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor