Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

DA ABSTINÊNCIA

João Gonçalves 15 Fev 08


Pela hora de almoço, na igreja onde costumo assistir à missa, sentou-se por perto o senhor engenheiro Jardim Gonçalves. Antes de entrar, tinha reparado que o referido engenheiro dava capa a dois ou três jornais e não exactamente pelas melhores razões. Em tempo de Quaresma, somos - nós, cristãos, mesmo os imperfeitos como eu - interpelados por Jesus, pelo mistério da Sua morte e ressurreição. A abstinência requerida pelo tempo de Quaresma significa, mais do que uma omissão, um movimento no sentido de estar do lado certo das coisas, do lado certo do homem, partindo do princípio que existe um. Ajoelhado diante do Senhor, como Térèse de Lisieux com os braços caídos e as mãos viradas para Ele, despojada de tudo, Jardim Gonçalves certamente terá reflectido sobre a abstinência. Para quem acredita, nunca chega tarde o arrependimento. Ao contrário de Teresa, Jardim jamais chegará a santo. Pode entretanto acontecer que as palavras do Senhor ecoem no seu coração perturbado por tantas solicitações terrenas: "nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus." Ainda irá a tempo de O escutar?

O ERRO

João Gonçalves 15 Fev 08

A Gradiva enviou-me um convite para um "debate" em torno do tema - que é também título de um livro de uma especialista em saúde mental - "porque nos apaixonamos pelas pessoas erradas". Podia ter como subtítulo "as relações unilaterais". Há pessoas que passam a vida em relações unilaterais e nunca aprendem. Só se apercebem de uma quando passam à seguinte, depois de repararem na parede que esteve sempre ali à frente delas. Não há, pois, "pessoas erradas". Uma relação unilateral é estar apaixonado por uma parede. E esse é que é o erro.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor