Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

UM LIVRO

João Gonçalves 10 Fev 08


«Suetónio, ao apontar um espelho a esses prolixos e lendários Césares, reflecte-os não apenas a eles mas também a nós: criaturas divididas cuja maior obrigação moral é manter o equilíbrio entre o anjo e o monstro que carregamos connosco dado sermos ambos. Ignorar esta dualidade conduz inevitavelmente ao desastre.» (Gore Vidal)

Os Doze Césares, tradução e notas de João Gaspar Simões. Biblioteca Editores Independentes

Tags

A IGUANA E OS PAPAGAIOS

João Gonçalves 10 Fev 08

Os bloggers amigos do senhor engenheiro - uma espécie de "spas" para lhe massajar o ego "intelectual" que não abunda por ali - imaginam que Alegre ser tolerado é um exemplo de valente "democraticidade", interna e externa. Andam sempre à cata de um "momento" destes para demonstrar ao mundo que Sócrates, afinal, é um generoso democrata e o sr. Canas um bom canal de informação, também democrático porque é o genuíno. Sucede que Alegre, a quem o generoso democrata que é Sócrates tem concedido o favor de uns telefonemas, nunca estará satisfeito com nenhuma prebenda que Sócrates lhe dê. Isto é: nem com Alegre, nem sem Alegre. E o PS vai precisar da sua iguana para se distinguir dos papagaios de serviço.

TALVEZ ERRADAMENTE

João Gonçalves 10 Fev 08


Esta versão é demasiado perfeita para não ser ouvida com atenção. Ocorre-me uma frase do monumental As Benevolentes: «...era mais vasto do que isso, era o curso inteiro dos acontecimentos, a miséria do corpo e do desejo, as decisões que se tomam e que se não podem fazer voltar atrás, o próprio sentido que escolhemos dar a essa coisa a que chamamos, talvez erradamente, a nossa vida.»

O OUTRO PAÍS

João Gonçalves 10 Fev 08

«Há um grupo, uma elite dominante que controla a componente político-partidária e económica que vive noutro País e com rendimentos, benefícios e mordomias que não têm nada a ver com a grande maioria da população (...) É toda a estrutura social que se vai abaixo por falta de credibilidade e por as pessoas não acreditarem em quem nos chefia.»

Entrevista de Garcia Leandro a António Ribeiro Ferreira, in Correio da Manhã

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor