Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O VERDADEIRO GATO FEDORENTO...

João Gonçalves 17 Dez 06

... descoberto pelo ilustre prof. Arroja.

RIVOLI

João Gonçalves 17 Dez 06

A CM do Porto entregou ao sr. La Féria a gestão do Teatro Rivoli. A sra. D. Ana Silva, da "Plateia" (?) protestou, falou de uma "rede" qualquer com dez anos, de subsídios e de bilhetes a 20 euros. A referida D. Ana achará que, entre ela e o sr. La Féria, o público hesita?

AS PRIORIDADES DO SNS

João Gonçalves 17 Dez 06


A RTP tem estado a transmitir um programa que se destina a recolher fundos para o extraordinário serviço de pediatria do IPO. Ou seja, está a fazer, ainda que simbolicamente e para variar, serviço público para um serviço público notável, o Instituto Português de Oncologia. Isto é bestialmente reaccionário e populista, mas não resisto a deixar a pergunta: para o SNS - para Correia de Campos, para o governo que gere os impostos - é prioritário o IPO ou "adaptar" hospitais públicos para a "liberalização" do aborto?

LER OS OUTROS

João Gonçalves 17 Dez 06

Para além do habitual bom gosto literário - e não só - eis porque o Almocreve subsiste como um dos grandes bloggers nacionais. É mais um espírito livre.

PANEM ET CIRCENSES

João Gonçalves 17 Dez 06


Depois de um fim de semana "Carolina", seguem-se um fim de semana "Veiga" - um senhor que viu os seus móveis regressarem a casa, com direito a cobertura de todas as televisões - e mais uma semana "Carolina" que começa já amanhã num tribunal qualquer. Entretanto, Carolina já opina sobre Maria José Morgado, o Benfica meteu três golos e o sr. Bento, do Sporting, deu mais uma inesquecível conferência de imprensa onde se percebe que já aderiu à TLEBS. Como diziam os antigos, panem et circenses.

O "ESFORÇO NACIONAL"

João Gonçalves 17 Dez 06

Este cavalheiro que se demitiu esta semana - queria à viva força aumentar o preço da electricidade em 2007 por causa do bendito "mercado" - vai, durante dois anos, continuar a consumir mensalmente cerca de doze mil euros aos pagadores de impostos. A culpa não é dele. É dos "estatutos da "entidade reguladora dos serviços energéticos". Então aqui não há um nadinha de "esforço nacional", essa referência mítica da propaganda socialista que anda para aí a paralisar tudo e a tramar sobretudo os que não têm sequer quatro dígitos de ordenado?

PENSAR O IMPENSÁVEL?

João Gonçalves 17 Dez 06


1."Este governo está à beira de pensar o impensável: dá sinais de acreditar em que a liberdade dos cidadãos é incompatível com o poder. O seu."

António Barreto, in Público (sem link, mas é para ler todo)

2.</span> "(...) O PS (...) goza dum peculiar estado de impunidade que leva a que se aceite este estilo pesporrento como um facto não só normal como inevitável. Tão inevitável quanto os croquetes num cocktail. Conseguir criar esta sensação de inevitabilidade é talvez o melhor seguro de vida dum político. Os portugueses não pensavam necessariamente bem de Salazar, mas acreditavam que ele sabia e escolhia o que era melhor para Portugal. De alguma forma Sócrates tenta repetir este esquema: não quer que o amem, mas sim que o considerem indispensável."</span></span></span>

Helena Matos, in Público de sábado, 16 de Dezembro
</span></span></span></span></span></span>

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor