Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O DOCE PAÍS QUE É PORTUGAL

João Gonçalves 13 Dez 06


1.Vi na televisão o sr. Madaíl, uma daquelas aberrantes figuras do regime, à porta de um tribunal, muito satisfeito, a falar em caldeiradas de enguias que comia com não sei quem. A criatura ia depôr naquele processo telenovélico chamado "apito dourado" que ameaça "alternar" com outro muito em breve. Em simultâneo lê-se isto.
2. Também ouço o sr. ministro da Justiça a falar numa "unidade nacional" - palavra de honra - para o combate à corrupção. Isto corresponde à passagem de um atestado de menoridade aos órgãos policiais, investigatórios e administrativos que incluem na suas atribuições precisamente o combate à dita. O DCIAP da dra. Cândida Almeida, afinal, para que é que serve? A corrupção é um crime que deve ser perseguido discretamente, sem cachas nos jornais ou nos telejornais, ou declarações retóricas no Parlamento. Tantas "unidades" proclamatórias é meio caminho andado para não se fazer nada.
3. O dr. Teixeira dos Santos, ainda a legislatura vai a meio, já anda a falar em "baixa de impostos". Em simultâneo, um dos maiores devedores singulares de impostos ao Estado é o sr. eng. Carlos Melancia que pastoreou, em Macau, dezenas e dezenas de pessoas que nos andam agora a pastorear
4. Nesta altura, em que lugar andará o senhor da foto no concurso da D. Elisa?

UMA ROSA PARA DANIEL

João Gonçalves 13 Dez 06

Muita gente, muitos blogues, muitos artigos de jornal e muitos adeptos de "causas" exprimiram-se, e bem, contra a decisão judicial acerca dos "meninos" assassinos de Gisberta, a pessoa atirada a um poço numa obra do Porto por um bando de delinquentes. Gostava de ver agora os mesmos indignarem-se com os apenas 12 anos de cadeia que um tribunal atribuiu a um energúmeno que abusou sexualmente, bateu e sujeitou a maus tratos uma criança sua "enteada" e com a sentença que absolveu a mãezinha. O "padrasto" tinha dezassete anos à altura do crime e a mãezinha era substancialmente mais velha. A criança, com deficiências, acabou por falecer. Esta dupla miserável não impressionou a justiça num processo onde, ainda por cima, havia jurados, concidadãos meus de merda. A mim impressiona-me, mas eu não conto. Confia na justiça portuguesa? Eu, só mesmo na Divina.

INCOMPATIBILIDADES - 2

João Gonçalves 13 Dez 06

Pela primeira ou segunda vez, estou de acordo com o dr. Correia de Campos. Ao obrigar os médicos do SNS a escolherem, por incompatíveis, entre essas funções e as que que exercem em instituições privadas, nomeadamente funções de gestão e de direcção, o ministro da Saúde limita-se a dar razão aos "liberais". Isto é, se querem ser "liberais", façam favor, mas fora do SNS. Chuva na eira e sol no nabal é que não.

POSTS DE NATAL- 1

João Gonçalves 13 Dez 06


O natal não é: postas de bacalhau com couves, almocinhos, jantarinhos, prendinhas, beijinhos, palmadinhas nas costas e facadinhas depois dele passar. O Natal começa por ser:

"O Advento significa a união entre a memória e a esperança, tão necessária ao ser humano. Desperta em nós a mais íntima e verdadeira memória do coração, a memória de Deus que se fez menino. Esta memória é salvação, esta memória é esperança."

MOMENTO PERÓN

João Gonçalves 13 Dez 06

Aqui. Nem sequer me apetece ir ler o "sumo" da questão. O dr. Costa, Alberto, que até parecia que andava benzinho, teve o seu momento "justicialista". Este governo tem pelo menos o mérito de ser muito imaginativo, sobretudo quando disparata.

A PORTA ABERTA

João Gonçalves 13 Dez 06

O honorável dr. Pinto Monteiro, procurador-geral da República, apareceu ontem entre uma porta e o carro, no meio da rua, a dizer umas banalidades sobre "O" assunto. Que o MP vai ler, que ele vai ler, que ele vai ouvir e por aí fora. Péssimas recordações. Nem o bastonário da Ordem dos Advogados se poupou ao perfume "Carolina", a griffe de natal do regime. Para a prenda ser completa, só falta agora instituir tribunais especiais para julgar criminosos "especiais". Cuidado com a porta aberta.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor