Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

TUDO O QUE FALTA - 2

João Gonçalves 11 Dez 06

Propostas estruturantes, eléctricos e verduras são as soluções do evangelista Sá Fernandes para Lisboa. Percebem agora por que é que aqueles "génios" todos que apareceram ao seu lado quando ele se apresentou como candidato desapareceram subrepticamente, sendo trocados pelo evangelista-mor Louçã?

TUDO O QUE FALTA

João Gonçalves 11 Dez 06


O que nasce torto, tarde ou nunca se endireita. Pela ordem natural das coisas - se é que isto existe em política - Manuel Maria Carrilho seria hoje presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Todavia, desde cedo Carrilho fez todos os possíveis para o não ser. Conseguiu-o com inegável brilhantismo. Depois, pela mesma ordem das coisas, Carmona Rodrigues, alguém que nunca existiu nem existe politicamente e que ninguém imaginaria como "número um", ganhou. Finalmente, Maria José Nogueira Pinto, uma "promessa" inicial interessante, fez da pesporrência e da contradição o seu programa. Alguém devia explicar a Zezinha que os cemitérios estão cheios de indispensáveis. Infelizmente Ruben de Carvalho não liga tanto à CML como era suposto que ligasse e Sá Fernandes não passa de um profisssional da litigância. É esta inanidade organizada que manda na maior cidade do país. Com se isso não bastasse, a Câmara está endividada até às catacumbas. Vista da Ponte e do ar, Lisboa é uma cidade atraente, luminosa e equilibrada. Tudo o que falta a quem a governa.

DEIXEM-NO TRABALHAR

João Gonçalves 11 Dez 06

Só num país cujos pergaminhos democráticos ainda roçam o "americo-latinismo" é que se assiste ao ridículo beija-mão partidário ao novo PGR. Até Ribeiro e Castro, um líder transumante, decidiu passar pela Rua da Escola Politécnica entre uma ida e volta Bruxelas-Lisboa. Deixem-no trabalhar.

CURSO SUPERIOR

João Gonçalves 11 Dez 06


Vinha no carro e no RCP duas senhoras doutoras discutiam o aborto. Uma era de um "movimento" apelidado "movimento pela consciência" - parece que é assim - e a outra de um "movimento" chamado "não, obrigada". A primeira médica, chefe de serviços de ginecologia na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, começou por dizer uma coisa fantástica.Queixava-se a sra.dra. que, na universidade, não se iniciava os futuros médicos nos mistérios do aborto e nos problemas que ele implica. Se se partir do princípio que o curso de medicina serve para preparar pessoas para salvar vidas ou, no mínimo, aumentar a respectiva qualidade, de que é que a senhora doutora estava à espera?

POST- MORTEM

João Gonçalves 11 Dez 06

Será que para obter um atestado anti-Pinochet é preciso andar na rua a beber champanhe e aos pulos? De caminho convém esclarecer a ignorância que Isabel Allende, a escritora, é sobrinha do presidente deposto em 1973 e não sua filha.

PATRIMÓNIO

João Gonçalves 11 Dez 06



A Fundação Mário Soares celebra dez anos de existência. Neste período, como lembrou o próprio, a Fundação cresceu numa direcção inesperada. Cresceu e bem. A absorção de arquivos sobre arquivos essenciais para a compreensão da história política portuguesa contemporânea, os livros, as exposições, os cursos, os debates, as edições tornaram a Fundação num organismo fundamental para a compreensão da cidadania, isto para quem estiver interessado em compreender alguma coisa. É lá que um dia espero depositar a minha modesta biblioteca e um ou outro papel. Hoje de manhã, quando ouvi Mário Soares dizer que a história já tinha "julgado" Pinochet por contraposição à justiça que a ordem natural das coisas não deixou que se realizasse, e que era sempre chocante ver festejar nas ruas a morte de alguém, mesmo de uma criatura como a do recente defunto, certifiquei-me, uma vez mais (como se isso fosse preciso), de estar perante o nosso último grande aristocrata político. Quem é grande acaba sempre por ficar acima das circunstâncias. Parabéns à Fundação e ao seu mentor.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor