Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

PREFACIOS

João Gonçalves 7 Out 06

A versao italiana de "Uma ideia da Europa", de George Steiner, e prefaciada por Mario Vargas LLosa. A nossa, e precedida de um texto do do tambem nosso dr. Barroso. Como um prefacio pode fazer toda a diferença num livro.

GRAMATICA DO REGIME

João Gonçalves 7 Out 06

Parece que a patria ficou fortemente impressionada com a intervençao de Cavaco no "5 de Outubro". Como estou num pais em que a corrupçao e uma escola "virtuosa", permito-me umas pequenas observaçoes. Daqui para diante, nao e apenas ao governo e aos orgaos de controlo administrativo, policial e criminal que compete "combater" o fenomeno. Alias, estes podem pouco, porque, como tem vindo a ser denunciado, os "meios" sao francamente pateticos. Cavaco, ao falar como falou, colocou-se "dentro" do combate politico, ate ao momento, pirronico e, no essencial, irrelevante. A permanente transumancia entre a "politica" e os "negocios", dos grandes e dos pequenos "favores", a emergencia de certa gente em certos lugares sem antes saberem ler e escrever, etc., etc., merecem, realmente, a atençao do Chefe do Estado. Quando Cavaco, em 1995, quebrou o famoso "tabu" e saiu pelas suas proprias pernas, apercebeu-se perfeitamente do que era "esta vida" que, com paciencia e metodo, "estudou" durante dez anos. E, a avaliar pelos "indicadores" e pela "economia paralela", as coisas nao melhoraram. Agora existem apenas "nuances". Ou momentos semi-comicos, como vermos o dr. Jorge Coelho, uma eminencia do regime, dizer isto: "Sou do tempo de luta política em que um partido lançou o slogan "os ricos que paguem a crise. Agora temos na nossa sociedade o slogan "os outros que paguem a crise." Era, de facto, da chamada "extrema-esquerda" brincalhona. No momento, leva-se a serio. Talvez conviesse ao dr. Coelho, grande "aristocrata" socialista, explicar melhor quem sao "os outros". E que se ha uns "outros", havera igualmente um "nos" e um "eles". Enfim, o professor Cavaco tem muito que aprender com esta gente e com a sua maravilhosa "gramatica" para poder passar da exigencia meramente retorica ao acto.

Nota: Teclado sem acentos

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor