Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

"CHOQUE DAS CIVILIZAÇÕES" - 1

João Gonçalves 11 Fev 06


Já estou um bocado farto da conversa do "choque das civilizações". Há maneiras mais relaxantes de pôr as "civilizações" a "chocarem" entre si. Experimentem.

DOS ANTIGOS

João Gonçalves 11 Fev 06

Caramba, Carla, que magnífico acordar este (isto para não falar da deslumbrante fotografia de Catherine Deneuve). Dá-me licença que reproduza, naturalmente.

"Dos Antigos: o problema de Cassandra diverte-me. Apolo prometeu-lhe que lhe ensinaria a arte da profecia, em troca de uns beijinhos e mais algumas coisas. Cassandra aceitou, Apolo ensinou, mas depois, na hora de reclamar os prazeres prometidos, Cassandra armou-se em virgem (algum bombista já terá tratado do assunto) e recusou o deus, coitado. Apolo vingou-se, retirando credibilidade às palavras de Cassandra. Ou seja, ela falava e falava, mas ninguém lhe ligava nenhuma. Nada do que dizia era credível. Tudo porque não cumpriu uma promessa respeitável, sobretudo em tempos caóticos como aqueles (ah, saudades da bandalheira do pré-judaicocristianismo), em que a médio e longo prazo (e quem sabe se curto, afinal um deus é um deus) ficaria claramente a ganhar."

SÓ PARA CHATEAR

João Gonçalves 11 Fev 06


É verdade, Constança, vamos dando pelos "colaboradores" do dr. Marques Mendes à medida que eles debandam. Primeiro foi Passos Coelho, uma notabilidade nada e criada na JSD - essa extraordinária "escola de valores políticos" que ninguém tem coragem para extinguir como, aliás, as congéneres dos outros partidos - e agora o dr. Vasco Rato que é mais "estrangeirado" do que propriamente um "conhecedor" do métier partidário doméstico. Do prisma "psicanalítico" e dos "costumes", é suposto o PSD passar pela mesma fase melancólica que o PS passou quando Soares foi para Belém. Fala-se em protesto contra Marques Mendes por causa da "forma" de fazer oposição e eu, confesso a minha ignorância, não sei do que é que eles estão a falar. Entre outras coisas, a política mede-se pelos resultados e suponho que nenhuma das luminárias que rosna contra Mendes conseguiria melhor do que a vitória nas autárquicas e o apoio discreto e eficiente ao candidato presidencial vencedor. O problema, claro está, é o governo. São as prebendas. A "meta" surge longínqua para o oportunismo impaciente. E o dueto Cavaco/Sócrates, pelo menos nos primeiros tempos, não promete "facilidades". Dá defecções, imprecações e intimações e o mais que se seguirá. Eu não tenho particular estima política por Marques Mendes, nem deixo de ter. Todavia, quando penso que, entre outros, o autarca de Gaia pode "avançar" (ui, que medo), dá-me vontade de voltar ao PSD e de me pôr ao lado do "pequenino". Só para chatear.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor