Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

...

João Gonçalves 19 Jan 04

TRÊS VEZES

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] <br>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<b>TRÊS VEZES</b><br /><br /><img src="http://omni.isr.ist.utl.pt/~cfb/gif-store/eugenio.andrade.jpg" border="0"<br /><br />Nos 81 anos de Eugénio de Andrade, não é justo inventar palavras gastas para o felicitar. Basta-me a delicadeza do seu verso depurado e singelo, como um olhar manso lançado ao sol inesperado de Inverno, um lume onde tantas vezes me aqueço, aqui três vezes repetido.<br /><br /><b>BALANÇA<br /><br />No prato da balança um verso basta<br />para pesar no outro a minha vida</b><br /><br />(<i>Ofício de Paciência, Porto, 1994</i>)<br /><br /><b>DO LADO DO VERÃO<br /><br />Vinha do sul ou dum verso de Homero.<br />Como dormir, depois de ter ouvido<br />o mar o mar o mar na sua boca?<br /><br />AO LUME<br /><br />Nem sempre o homem é um lugar triste.<br />Há noites em que o sorriso<br />dos anjos<br />o torna habitável e leve:<br />com a cabeça no teu regaço<br />é um cão ao lume a correr às lebres.</b><br /><br /><i>(O Outro Nome da Terra, Porto, 1988)</i><br /><br />

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor