Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

...

João Gonçalves 20 Ago 03

INFORTÚNIOS DA VIRTUDE

O primeiro-ministro de Timor Leste disse que vai escrever uma carta a Durão Barroso acerca do "incidente " Maggioli Gouveia. Acrescentou que, malgré tout, continuamos muito amigos e fraternos. Eu não queria dizer nada sobre isto por dois motivos. O primeiro, o humano, por consideração pela família de Gouveia, que andou 28 anos de incerteza em incerteza quanto à localização do corpo e quanto ao verdadeiro desfecho da sua infeliz saga. O segundo, pelo assunto "Timor", tão mal explicado nestes anos de Democracia e tão rapidamente embrulhado em desfiles e festas, depois de 1999. Acontece que as fotos que ilustravam a cerimónia oficial nos mostravam invariavelmente um ministro da Defesa compungido e beato, ajoelhado em frente ao sarcófago do ex-militar. De alguma forma, naquela cerimónia exorcizavam-se ao mesmo tempo dois tipos de infortúnio. O de Maggioli Gouveia, que num gesto singular, largou tudo - até o código de honra militar - em nome de uma sua visão das coisas em Timor e em Portugal, naquele fatídico momento de abandono geral. Por isso sofreu, foi preso e torturado e, finalmente, assassinado. E o de Paulo Portas, cuja relação com os militares está fragilizada pelos tropismos discursivos e pelas encenações mediáticas vazias, a que associou agora uma oportuna genuflexão, gesto que cai sempre bem na Igreja e nas fotografias. Infortúnios da virtude...

...

João Gonçalves 20 Ago 03

SEM ROSTO

George W. Bush estava a jogar golf quando foi informado do ataque à sede da ONU em Bagdad. Trocou o polo suado por um fato e uma gravata, e apareceu às televisões. Disse as banalidades do costume sobre o Iraque e o terrorismo. É provável que Bush ainda não tenha percebido onde é que está metido. Ao fracasso do extermínio anunciado da Al Quaeda, e consequentemente dos núcleos difusos de terroristas, junta-se agora a clara "guerra de guerrilha" que está a ser desenvolvida, com requintes de malvadez, no Iraque, contra os americanos - a morrer como tordos todos os dias - e, agora, contra a neutra ONU. Os países árabes são realidades complexas, a diversos níveis, e o Iraque é-o particularmente. Depois, como que para lembrar a "origem do mal", em Israel rebentam com um autocarro e com a vida de uns quantos inocentes. Este século começou mal, a 11 de Setembro de 2001. Tudo indica que vai continuar pior. Bush, uma criatura preocupantemente pouco dada a complexidades, tem que estar preparado, já que veio para ficar. É que neste jogo suado, vai ser sempre assim: taco-a-taco com adversários sem rosto.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • João Gonçalves

    Primeiro tem de me explicar o que é isso do “desta...

  • s o s

    obviamente nao é culpa do autor ter sido escolhi...

  • Anónimo

    Estou de acordo. Há questões em que cada macaco se...

  • Felgueiras

    Fui soldado PE 2 turno de 1986, estive na recruta ...

  • Octávio dos Santos

    Então António de Araújo foi afastado do Expresso p...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor