Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

...

João Gonçalves 7 Ago 03

NOTAS CULTURAIS

1. Por ser um tema recorrente da história pátria e do nosso lamechismo romântico, os amores de Pedro e de Inês, volta não volta, regressam. Porventura mais interessante do que a "relação em si "- para utilizar um termo vulgarizado - será a personalidade de cada um dos membros do desditoso casal. O meu amigo António Valdemar dá umas achegas sobre o Pedro bissexual num artigo no Diário de Notícias, a propósito de umas edições do Quixote, e por falar, depois, na crise da independência:

António José Saraiva e José Hermano Saraiva, em edições e editoras diferentes, reintegraram Fernão Lopes numa escrita para o cidadão comum. Assim, vivemos, como se fosse hoje, ao ler uma reportagem, a crise da independência.E ficamos a saber dos amores homossexuais e heterossexuais de D Pedro. O mesmo que casou com D. Constança e se apaixonou por D. Inês de Castro e por um escudeiro que, num acesso de ciúmes, apenas, D. Pedro mandou castrar.

2. A Livraria Francesa, uma das boas coisas que havia em Lisboa, vai fechar, aparentemente por causa de umas burocratices. Devem ser umas idiotices, como de costume, e como aquilo nada tem a ver, nem com futebol, nem com o "socialissimo" analfabeto, por exemplo, é natural que feche. Tratava-se de uma companhia indispensável, entre outras, para quem gosta de livros, sobretudo em áreas específicas, como o ensaio literário, a filosofia ou a história. Apesar da gerente, a Béatrice, não ser propriamente um modelo de simpatia, é uma profissional competente e algém que ama a profissão agora tão desgastada de livreiro. Só posso lamentar.

3. Há umas pessoas interessadas em recuperar, nem que seja simbolicamente, o antigo Odeon, de Lisboa. Lembro-me que foi o primeiro cinema em que não me deixaram entrar para ver o inocente Fado, com Amália Rodrigues, por ser para maiores de 12 anos! Soube disto aqui.

...

João Gonçalves 7 Ago 03

250
...era o número de incêndios a lavrar pelo País, segundo a SIC Notícias. Que importância é que isso tem comparado com o Alvalade XXI ou não sei quê? Nada como 50 mil almas apatetadas, felizes e juntinhas para fazer baixar os índices da camada de ozono. Eu sou dos poucos portugueses que se está marimbando para o futebol, portanto nada me move em particular contra o Sporting. Gostava de ver o País tão ou mais solidário para certas coisas, como quando vejo a massa ignara a entrar nos infinitos portões dos estádios de futebol. Há fogos dentro da cabeça de certa gente que nunca se apagam.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • João Gonçalves

    Primeiro tem de me explicar o que é isso do “desta...

  • s o s

    obviamente nao é culpa do autor ter sido escolhi...

  • Anónimo

    Estou de acordo. Há questões em que cada macaco se...

  • Felgueiras

    Fui soldado PE 2 turno de 1986, estive na recruta ...

  • Octávio dos Santos

    Então António de Araújo foi afastado do Expresso p...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor