Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

America, America, I hate you

João Gonçalves 16 Mai 11

Na foto, devidamente algemado e guardado pelo puritanismo norte-americano como se fosse um perigoso assassino do Bronx, Strauss-Kahn sai do tugúrio onde estava encarcerado à conta de uma alegada agressão sexual a uma camareira de hotel que, pelos vistos, aprecia entrar nos quartos sem bater à porta. Não escondo a minha simpatia por Strauss-Kahn que não se alterará um milímetro em função desta parvoíce que tem tanto a ver com o incutido medo do Outro, devidamente "globalizado" e interiorizado em todo o lado, como com o excelente desempenho profissional do homem. Kahn ficar fora de jogo por um motivo sórdido dá jeito a uma pipa de gente e a uma pipa de massa. O tempo encarregar-se-á de contar a história. Não são os cuzudos cruzados norte-americanos ou uma nódoa na bata da camareira. Gore Vidal conta que nos idos de sessenta, um casal amigo de Cary Grant (um casal heterossexual, for the matter) veio de férias à Europa com os filhos menores. O homem também era uma figura pública. Na praia, tiraram fotografias aos dois filhotes, nus, à beira-mar. Regressados à pátria, e quando deram as fotos para revelação, o dono da loja, amigo do amigo de Grant (que contou isto a Vidal), telefonou de imediato ao pai das crianças pedindo-lhe que fosse buscar os rolos, caso contrário teria de os entregar à polícia. Isto foi em 1962. Não mudou grande coisa.

Adenda: «La juge a suivi l'avis du parquet. Les avocats avaient proposé une caution d'un million de dollars mais la juge a dit craindre une tentative de fuite à l'étranger du directeur du FMI.» Para quem não sabe francês, uma juíza norte-americana "receia" que DSK fuja. No mínimo, a França devia chamar o seu embaixador nos EUA para consultas. Nem que fosse para definir "ridículo" em inglês norte-americano.

Adenda2: Realmente, Sarkozy tem tido relações de alguma perplexidade com potenciais adversários chamados "Dominique".

62 comentários

De Wegie a 16.05.2011 às 14:56

O DSK tem antecedentes conhecidos de predador sexual violento. E tu João Gonçalves?

Explica-me uma coisa: Percebo a tua adoração pelo Salazar, pelo Papa e pelo Miterrand. Não percebo o que faz Jorge de Sena no meio disso. Sena não tem nada a ver contigo.

De João Gonçalves a 16.05.2011 às 15:00

Tenho pena mas não sou um "predador sexual", muito menos "violento". Mas admito que Vc. tivesse sido "vítima" de DSK. E o Sena está muito bem e eu com ele.

De Anónimo a 16.05.2011 às 15:01

A sua simpatia não se alterará tenha ele abusado ou não de uma pessoa?!? Um homem respeitável-ó, sim!-pode fazer o que quiser a uma reles "camareira", não é? Bonito...

Zé João Gomes

De Jorge a 16.05.2011 às 15:03

A ver se nos entendemos.
DSK,conhecido e assumido "tombeur",é presumido inocente até trânsito em julgado,lá como cá.
É dos books que,a pertença a subgrupos de poder e aisance económica,pode criar uma sençação de impunidade.Esta tem tendência a aumentar quando,condutas que seriam mais ou menos severamente censuradas e/ou punidas no comum dos cidadãos,vão sistemáticamente "passando" sem censura,ou sem aboutir á rien.
Em certos indivíduos,isto cria uma espiral de crença de que estão acima de qualquer censura,qualquer que seja a conduta e,leva-os a acreditar que podem fazer o que quiserem porque são intocáveis.
Normalmente,não param (há o efeito aditivo por um lado,o baixar dos mecanismos internos de avaliação e censura e,passam a ter um quadro referencial do bem/mal completamnete distorcido) acabando a gritar "i'm in the top of the world" e,cada vez se tornam mais descuidados.
Temos exemplos tugas em Vale de Azevedo,Isaltino,Sócrates,e passo.
Quando são apanhados,normalmente é por coisas tão insignificantes que,nós comuns mortais,não acreditamos que tais luminárias o pudessem fazer...nasce a teoria da conspiração!
Uma Black Ops (civil),exige muito tempo de preparação,pessoal altamente treinado e PROFISSIONAL.
Este tipo de operações não são para bater certas hoje e dar com os burrinhos na água amanhã porque,durante um inquérito judicial,alguém mais apertado fala.
Quando são utilizados não profissionais,o que sucede muitas vezes para "facilitar" ou credibilizar,estes nunca têm a mais pequena ideia e,morrem a defender a sua versão dos factos.

Ora, DSK, não foi apanhado por uma camareira dentro do quarto do Sofitel a espancar e a violar outrém,esse sim poderia ser o isco profissional,que ficaria queimado para sempre e,para o qual não seria de todo fácil arranjar uma história de cobertura desde o berço!
Alguém duvida que a vida da camareira desde que nasceu,quando entrou para o Sofitel,se limpa o rabo da frente para trás ou de trás para a frente, etc. já foi totalmente espiolhada pela polícia?E não pode haver ses,ou vai tudo por água abaixo.

DSK,conhecido e assumido "tombeur",é presumido inocente até trânsito em julgado!

De José a 16.05.2011 às 15:07

Este seu post revela um elitismo absolutamente primário. Não me compete a mim policiar a moral alheia, mas não consigo deixar de lhe expressar o meu desacordo (sobretudo por causa da consideração que lhe tenho).
No seu texto, o João Gonçalves desqualifica a possível vítima por se tratar de uma camareira. Aliás, quase que cospe a expressão "camareira de hotel", tal é o seu desdém. Olhe, João Gonçalves, a dignidade da pessoa humana não se mede em diplomas, títulos académicos etc. Este tipo de elitismo é verdadeiramente característico do portugal dos pequeninos, do portugal do sr. engenheiro e do sr. doutor e do respeitinho. enfim, uma mulher foi possivelmente violada, a polícia (ou quem de direito, desconheço como se processam as detenções nos eu) entendeu haver substância suficiente para deter DSK. Espero que seja apurada a verdade e, caso realmente se trate de uma violação, espero que ele seja punido como se de um cidadão comum se tratasse. Em Portugal, infelizmente, não temos esta sorte.

De João Gonçalves a 16.05.2011 às 15:07

O que é uma "sençação" ? Terá a ver com "tombeur"? Ou "lacheur de chattes"?

De Anónimo a 16.05.2011 às 15:07

para o sr. gonçalves os crimes sexuais, pura e simplesmente, não existem. nunca. haja agressão seja onde for e o suposto abusador -culpado ou inocente, não interessa nada- tem aqui um defensor. porque será?

De rocha a 16.05.2011 às 15:09

a verdadeira igualdade entre os homens, numa sociedade justa, é a lei.

De Jorge a 16.05.2011 às 15:10

Não JG,tem a ver co percepção mas menos técnico! "lacheur de chattes" ,com consentimento não é crime tanto quanto sei e,até é um menu muito apreciado...

Um abraço

De João Gonçalves a 16.05.2011 às 15:11

«para o sr. gonçalves os crimes sexuais, pura e simplesmente, não existem. nunca. haja agressão seja onde for e o suposto abusador -culpado ou inocente, não interessa nada- tem aqui um defensor. porque será?» E por que é que será que Vc. é um difamador - insinuador anónimo que não sabe ler ou só lê o que lhe apetece ver no que está escrito? Isso, sim, é um crime.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor