Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

OFENSIVAS

João Gonçalves 28 Dez 09

Mário Crespo: «A Igreja lançou mais uma ofensiva contra o casamento entre homossexuais...». O jornal até estava a correr bem, para quê esta bojarda? O Mário também pertence ao vasto clube de crédulos que esperam ver um dia o Papa a lançar preservativos coloridos das janelas do Vaticano? Ou a Igreja a renegar dois mil anos de história? A haver "ofensivas", diga lá, Mário, de onde é que elas brotam? De onde?

23 comentários

De radical livre a 28.12.2009 às 21:56

não têm a noção do que são princípios
e do que são situações transitórias.

de quando em vez saem as "ejaculatórias"
«também sei cantar de galo»

De Anónimo a 28.12.2009 às 22:40

Esta conversa da treta da discriminação dos pobres coitados e coitadas que não se podem casar (não sei porquê, se até os paquistaneses arranjam noiva para ter nacionalidade portuguesa) é mais uma pepineira de cabeças ocas. E se a estupidez pagasse imposto? Não era justo?.

PC

De Anónimo a 28.12.2009 às 22:57

Tão preocupado, que o Mário Crespo está, com frescuras do Lobby Gay...

É pena que não se preocupe em informar os Portugueses do que andam a fazer submarinos e barcos franceses e russos nas Águas dos Açores.
Que se saiba, os Açores ainda não se declaram Independentes.

Mas se calhar é segredo!

Não convêm que se saiba, não é?!

Então atira-se um papagaio de papel ao ar, para desviar as atenções!

Cretinos!
Enganam-se se julgavam, que não percebíamos.
Percebemos! De imediato!
Percebemos porque foi demitido o Governo de Coligação!

Maria

De observador a 28.12.2009 às 23:02

E que tal interiorizarmos as palavras "A César o que é de César, e a Deus o que é de Deus", dita por Quem é muito superior ao Papa e à Igreja?

Que se saiba, o Casamento Cívil é independente do Casamento Católico.
São esferas independentes da Vida.

De Anónimo a 28.12.2009 às 23:12

Bom, bom foi o argumentário do Mestre Duarte Santos.
Perceberam? Será da mesma escola do José Manuel Pureza do BE invertido?


(e o Mário Crespo em deleite como se fosse uma espanhola a bater castanholas...)

De Mealha's fellows a 28.12.2009 às 23:23

O Mestre Duarte Santos que se cuide: qualquer dia sai-lhe a taluda consubstanciada no casamento da sua esposa com a Guta Guedes.
Donde menos se espera é que elas vêm...

De Anónimo a 28.12.2009 às 23:27

Mário Crespo -este palhaço - outro dia escreveu sobre palhaçadas e atraiu sobre si, vastas simpatias.

Eu não. Não me atrai um escriba que dispara sobre tudo e sobre todos. Foi o que ele fez com a treta das palhaçadas.

Parece que não me enganei.

J.Costa

De Pedro Ferreira a 29.12.2009 às 01:12

O comentário televisivo como mercadoria segundo o que o mercado pede, está com procura acrescida em Portugal.

Os consumidores do comentário televisivo...consomem!!!

E assim florescem os delgados, os bettencourts, os crespos...adequadamente fashion como o mercado pede!!!

Mas aquele deslumbramento embevecido do mário, rematando com elogio ao convidado e à "superior honra de o ter cá" é um must de pacovice jornaleira.

De Eduardo F. a 29.12.2009 às 01:38

Lamentável! Mas Mário Crespo é capaz do pior e do melhor. Neste caso, o registo aproximou-se do seu artigo intitulado "O palhaço", a meu ver igualmente lamentável, talvez mesmo abominável.

De Toninho a 29.12.2009 às 02:22

Boas.

Sou especial apreciador das entrevistas do Sr. Mário Crespo aos maçarocas do verdusco eufémia, do Professor Doutor Louçã o até mesmo do Major de Gondomar.

Quando se desvia desta linha deixa de ter graça.

Para mim, está claro.

Cumprimentos.

Comentar post

Pág. 1/3

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor