Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

RAZÕES PARA NUNCA O ESQUECER

João Gonçalves 12 Dez 11

«Não passou pela preocupação de José Sócrates que toda a dívida tem de ser paga – ela e os juros associados –, que dívida em cima de dívida gera dívida insustentável e que chega um dia em que quem nos empresta dinheiro tem medo de não receber o que emprestou e, nessa altura, corta-nos o crédito ou passa a emprestar-nos em condições incomportáveis. Daí à bancarrota, vai um passo curto. O passo que representa um sinal exterior de irresponsabilidade. Foi o que sucedeu sob a liderança de José Sócrates. Agora ele saiu e está pessoalmente bem, mas cá continuamos nós, colectivamente mal e a pagar a factura das suas leviandades. Foi este homem que nos governou durante seis anos. Dando sinais errados e perigosos para as famílias, as empresas e o país. Por isso, a poupança diminuiu, a produção não aumentou, a produtividade baixou, o défice de competitividade agravou-se e pagamos agora, com língua de palmo, as fantasias da ilusão e da facilidade. Até agora este homem tinha pensado e agido desta forma. Agora, confessou-o mesmo e ainda por cima sem mostrar ponta de arrependimento. Mais uma razão para nunca o esquecer. O homem e as consequências do seu pensamento. Especialmente quando ele quiser regressar.»

Luís Marques Mendes, CM

7 comentários

De jpt a 12.12.2011 às 13:31

"O homem e as consequências do seu pensamento"? Só. Já nos estamos a esquecer de todos os que com ele caminharam? Fazer o rol, porque todos vão querer regressar, com ou sem Sócrates

De Anónimo a 12.12.2011 às 15:01

Está "pessoalmente bem"?!

De Licurgo a 12.12.2011 às 15:04

Quanto a Sócrates está tudo dito e sabido, a não ser para os cegos que, tais cães amestrados, lhe continuam fiéis...
M. Mendes quer aparecer agora como um impoluto... Tem memória curta...

De Anónimo a 12.12.2011 às 15:26

Com os devidos enquadramnetos historicos e com o que a historia tem para dar, chego à conclusão que Socrates foi pior para Portugal do que Salazar. Nao que defenda Salazar, mas este fez coisas boas e coisas más, e estas ultimas sempre forsm explicadas por uma ou outra razão, mas para o bem de Portugal. Já Socrates em poucos anos só fez coisas más, quase superanando os males atribuidos a Salazar. O que fez bem foi para o seu bolso.

De Anónimo a 12.12.2011 às 15:45

Salazar fez escolas, como diz o das 3h26. Sócrates fez a Parque Escolar, os estádios de futebol para demolir e o aeroporto de Beja sem aviões, mas não conseguiu fazer a fossa da Ota. Deu os Magalhães aos meninos antes das eleições, fundou as Novas Oportunidades com computadores Toshiba a 150 a peça, tornou os portugueses em pessoas formadas em seis meses, escondeu a dívida e fugiu. Foi à vida e dá entrevistas com a torre Eiffel em fundo. Que mundo sujo e ingrato.

De Hermitage a 12.12.2011 às 16:31

NEM PONTA DE ALFINETE É.

O pior desta cena não é Sócrates. Ele é um episódio. Visto do astro, nem ponta de alfinete é. O melhor vem das putas avulsas que se esfalfam ou para agora o criticarem, como o seu Ministre des Affaires Étrangéres, Freitas do A. (nem 700 dias passaram em que se sentava e o olhava embevecido no Cons Ministros com ele a presidir, Deus meu...) ou para o defenderem como os Lopes da Sic, que repetem a cretinice nauseabunda que o homem disse uma verdade "a divida não é para pagar toda e de uma só vez..." frustrados com o PPCoelho que não deu sinecura...
De resto, Sócrates ainda hoje não sabe como chegou a PM, não saberá como se manteve PM, belisca-se para garantir que foi ele PM, e agora espreme as meninges para se convencer de como saiu de PM.
Um drama em reflexão aux Champs Elisées, que só pode produzir bacoradas com riso geral, como as que a querida RTP sempre de perna aberta retransmite gulosa, em serviço público acerca da divida, em que é especialista!
Viva Portugal bem no fundo da charca europeia!!!

De Isabel a 14.12.2011 às 20:35

Ele é inesquecível... como qualquer calamidade.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor