Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

ELITES QUE SERVEM PARA NADA

João Gonçalves 16 Abr 11


Estas eleições - com "programa único" imposto de fora - vão ser as mais medíocres do regime. O bom senso e o fastio aconselhariam ignorá-las pura e simplesmente não estivesse apenas (repito, apenas) em causa a possibilidade da remoção de Sócrates. E uso o termo possibilidade porque, com algum jeito, Sócrates até pode ficar. Ambos os PSD's - o leal e o desleal a Passos - têm-se esforçado valentemente para que isso aconteça. Nas televisões (e só que passa nas televisões existe, ou seja, o que parece, é), dirigentes de Passos e ex-dirigentes contra Passos concorrem alegremente para o "prémio Sócrates" do ano, a entregar em Leiria pelo transfuga Basílio do "import/export". Relvas, o cretino Nobre ou o ubíquo Amorim, por um lado, o "pachequista" Pacheco, o ladino Lopes e o pequenito Mendes, do outro, estão praticamente empatados no exercício. À direita, Portas cala-se porque já intuiu que tanto pode vir a ter de se entender com o PSD como com o PS. Estas eleições vão ser um desastre que, depois, será sorvido com o alto patrocínio do PR em meia dúzia de assinaturas feitas à pressa num hall de hotel. Na prática, só interessa o "programa único" por essa altura já exibido aos assinantes anteriormente desavindos e que eles terão de cumprir em condições políticas que não durarão um ano. Ficou-se a saber, pelo Expresso, que há mais "vultos" para lá dos iniciais 47 que acreditam sobretudo neles. Salvo um ou outro, são meramente detestáveis e pernósticas recorrências avulsas do regime. Em suma, estamos de volta a 1580 quando as elites se perderam no deserto africano. Essas, porém, tinham a vantagem da coragem física e moral que, na altura, serviu-lhes de nada. Estas "elites" de 2011, desprovidas de ambas e estruturalmente estúpidas, de nada nos servem.

15 comentários

De Anónimo a 16.04.2011 às 17:11

Parece-me que está a começar a ver a luz...

De skeptikos a 16.04.2011 às 17:19

CLAP, CLAP, CLAP!

De Cáustico a 16.04.2011 às 17:28

Nunca liguei aos programas das quadrilhas. 90% do que neles se contém não é para ser cumprido. Votei sempre no partido que entendia podia fazer frente às quadrilhas de ideologias que detesto: socialismo de merda e merda do socialismo.
Em 5 de Junho vou manter o mesmo princípio, que me vai permitir ajudar a correr com o grande canalha nojento e os seus capangas.Possa o meu desejo ser concretizado.

De Anónimo a 16.04.2011 às 17:43

A natureza humana é tão previsível. Todos estes acontecimentos me fazem lembrar a estória da Guerra de Troia. O que a História da Humanidade nos mostra também é a sequência de acontecimentos - crise- fome- guerras e epidemias / morte- renascimento. Com as novas gerações "dá-me o meu telefone já" vamos ver isto acontecer frequentemente no futuro. É a natureza humana a que nenhum de nós escapa sem um grande esforço, dá muito trabalho e canseira, e a maioria dos seres humanos já nasce cansada.

De Anónimo a 16.04.2011 às 19:46

Após isto, creio ser bem claro que, lamento dizê-lo, o PR é um dos principais responsáveis não só pelo ponto a que se chegou como também pelas consequências que advirão.

De Anónimo a 16.04.2011 às 19:47

Estes exercícios de crítica lúcida não servem para nada neste momento. Uma condição necessária, embora não suficiente, para "isto" sair da choça mais ou menos depressa é correr com o bandalho ranhoso do dito cujo. Sem isso, nada feito. Depois de 2005 e 2009, o meu sentimento de pertença a este "grupo" ficou muito abalado. Mais uma destas e seria um facto: não teria mesmo nada a ver com este pessoal. Por isso, não teria que pagar para estes desmandos(tenho feito tudo para pagar o menos possível, mas ainda não cheguei ao óptimo, "zero"). Teria que emigrar, e já não me apetece muito...

PC

De Portugal é um país carregadinho de élites! a 16.04.2011 às 20:55

É mandá-los todos para o Darfur!

De Anónimo a 16.04.2011 às 22:15

As elites primeiro que tudo são vaidosas e são atraídas por palavras bonitas.
Aliás penso que o fim de Sócrates dever-se-á não ás elites discordarem do personagem mas por não poderem continuar a ser vaidosas.
Não haverá mais conferências internacionais, Estratégias de Lisboa, Obras Publicas monumentais...

lucklucky

De Anónimo a 17.04.2011 às 00:10

Os vultos (não confundir com vultures) querem salvar o Regime quando nem de uma fractura da bacia na banheira eram capazes de se salvar. Qual era mesmo o nome que estes indivíduos, agora grisalhos à data apenas barbudos, davam à nomenklatura do final do regime anterior? Tenham dó.
Merkwürdig

De AR a 17.04.2011 às 00:59

Tão triste, mas tão certo...

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor