Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O CABEÇA DE TURCO

João Gonçalves 27 Set 07


«Pedro Santana Lopes - o "trapalhão", o "bon vivant", o "Casanova" - deu ontem uma tremenda lição a um país habituado à micro-tirania do jornalismo de Cloaca Maxima a que se reduz a generalidade dos órgãos de comunicação desta terra entregue às fúrias do futebol, dos escandaletes sexuais e das vedetinhas tontas do "comentarismo" desmiolado. Cansado e enfadado pelo frenesi que rodeou a chegada de um treinador de gladiadores contemporâneos, levantou-se e deixou os estúdios. Uma lição para os politiqueiros medíocres e de cócoras perante a má educação e semi-analfabetismo de jornalistas impunes, arrogantes e nulos. Parabéns àquele que foi, há pouco mais de dois anos, o cabeça de Turco desta selvageria em que se precipitou a imprensa portuguesa. Quando o PSD comatoso se esgota numa luta entre dois anões, Santana Lopes, com tão desabrido gesto, faz calar a escória que não cansou enquanto o não defenestrou, traiu e enlameou.»

Miguel Castelo-Branco, in Combustões

11 comentários

De Anónimo a 27.09.2007 às 22:29

Ao Dr. PSL ainda vai acontecer o que aconteceu com o Prof. Cavaco - o povo português irá perdoar-lhe o passado e pedir-lhe a sua colaboração.

Relembro aqui que PSL só foi corrido quando quis que os bancos pagassem a mesma taxa de impostos que os outros contribuintes.

Aproveito para recordar o Sr. Dr. Magalhães Mota: um grande democrata, convicto, empenhado, sério e simpático.

Com a sua morte, o país ficou mais pobre.

Digo eu...

Saloio

De Anónimo a 27.09.2007 às 23:01

É verdade que PSL, desde aquela coisa do "menino guerreiro" até a umas quantas trapalhadas na constituição do Governo, foi infeliz num tempo de escrutínio excepcionalmente delicado. Mas muito mais do que a comunicação social que o crucificou sem dó nem piedade nem compaixão, com o prazer dos sádicos, na praça pública, muito mais do que a comunicação social de que já então constava este energúmeno protegido do Ricardo Costa, dizia eu,
foi Sampaio, um Presidente eleito com 24 por cento do eleitorado, o Grande Cínico e o grande desrespeitador da dignidade e do respeito da cidadania de um compatriota.
Não conheço de lado nenhum Pedro Santana Lopes, mas ainda hoje dedico-lhe uma amizade genuína pelo que vi e assisti fazer-se-lhe.
Há gente que não presta e de que agente não se esquece.

De Luis Moreira a 27.09.2007 às 23:38

O jornalismo chegou a este nível.Não é de agora.Abocanha o que lhe põem em cima da mesa.Sem desconforto,sem deontologia,sem responsabilidade!

Depois em Tribunal dizem que não encontraram a vítima antes da notícia,não têm dinheiro para indemnizações e foram as fontes!

É triste porque perdemos todos com este jornalismo.E os jornalistas de referência têm o dever de criticar o mau jornalismo.O que não fazem!

Bem andou o PSL!

De Joshua a 27.09.2007 às 23:42

Palavras ajustadas as do Miguel, como sempre.

De excrente a 28.09.2007 às 00:12

Vinte valores para a atitude do PSL e para o texto do MC-B.

Parabéns aos dois.

De LEÃO DA ESTRELA a 28.09.2007 às 00:16

O episódio, que evidencia o estado a que chegou a nossa televisão, mesmo aquela que se considera uma referência na informação, fica na história dos "media" portugueses como um grande momento de Pedro Santana Lopes. Talvez o seu melhor momento, desde que cometeu o erro histórico de assumir a chefia do Governo sem ouvir a opinião dos portugueses nas urnas.

De Anónimo a 28.09.2007 às 01:27

Interromper uma entrevista a um político para transmitir a chegada de um treinador de futebol (com o qual as televisões já tinham desperdiçado horas sem conta) é uma atitude que demonstra bem a indigência mental, a ausência de valores e a supina ignorância do responsável da cadeia em questão.

Um país que aguenta televisões como as portuguesas não tem o direito de ser independente. É que já se ultrapassou o limite mínimo da decência informativa. Até quando as televisões abusarão da nossa paciência???

De excrente a 28.09.2007 às 01:39

Acontecimentos noticiados por ignorantes paladinos da informação, conversas fúteis e balofas entre políticos de insignificante valor, vaidades dos "colunáveis" exibidas por banalidades e motivos ridículos, comentaristas de factos sem valor e de futuros casos sem interesse, atitudes sem dignidade para com o semelhante e um sem número de nefastas "virtudes" são os condimentos para que se viva um dos períodos mais NEGROS da história recente deste país.

Em completa bandalheira está a sociedade que perde tempo com notícias do José Castelo Branco, com os comentários efeminados do Cláudio Ramos, com informações, a toda a hora, do Mourinho ... vai para ali, vem dacolá, foi ao WC, tem tosse ... pior não há ... pior é impossível.

Será que Portugal ainda merece um VIVA ? quando a nossa imagem é demasiado cinzenta fora das fronteiras ? e quando às vozes dos políticos todos os ouvidos ensurdessem ?

Democracia ... também não é o que temos !

De Zé Luís a 28.09.2007 às 15:56

Clap, clap, clap.
Mas volto a repetir: para quem procurava exemplos de conhecimento editorial de um alinhamnto de notícias, já todos se esqueceram o momento Brzezinski na tv americana daquela pivot, de que a Ana Lourenço nunca será cópia, de recusar-se a ler uma notícia sobre a Paris Hilton.

De Anónimo a 28.09.2007 às 19:06

Os rafeiritos vão tentando morder as canelas do DR. Pedro Santana Lopes ele lá se vai defendendo, mas sempre com alto nível. Que baile !!!

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Gabriel Pedro

    Meu Caro,Bons olhos o leiam.O ensaio de Henrique R...

  • Maria Petronilho

    Encontrei um oásis neste dia, que ficará marcado p...

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor