Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Os caminhos da senhora

João Gonçalves 10 Fev 15

 

Vimos ontem o dr. Portas, rodeado pela "sua gente" no governo, muito contentinho com os dados da balança comercial em 2014. O senhor vice parece-se cada vez mais com algumas das personagens em que Alice tropeça nos livros de Lewis Carroll: «If I had a world of my own, everything would be nonsense. Nothing would be what it is, because everything would be what it isn't. And contrary wise, what is, it wouldn't be. And what it wouldn't be, it would. You see?». Não, o senhor PM não "apanha" e está como o melancólico Rei: «"I see nobody on the road," said Alice. "I only wish I had such eyes," the King remarked in a fretful tone. "To be able to see Nobody!» Entre eles, porém, erguem-se os caminhos da Senhora, a fórmula feliz do Medeiros Ferreira para se referir a Merkel, a "Raínha" desta pobre historieta: «if I lose my temper, you lose your head! Understand?» Percebem?

1 comentário

De Maria a 11.02.2015 às 00:25

Paulo portas, independentemente do seu valor como pessoa inteligente e trabalhadora que é, tem um defeito que para mim (e para quantas pessoas mais?) é absolutamente insuportável. Defeito este que ofusca todas as suas qualidades. É tão vaidoso, tão cheio de si, tão cheio de ademanes sobranceiros irritantes, daqueles que classificam d'imediato todos os que se sentem superiores aos demais (exactamente como a irritante Mãe dele, aliás, que se sente mais importante e inteligente do que toda a gente em seu redor). Digamos que ele comporta-se em público como uma criança ultra-mimada porque sobre-dotada (que possìvelmente até terá sido, mas como adulto actuar do mesmo modo torna-se enjoativo até ao vómito) e sabendo que o é (porque desde que anda na política ouve todos os que falam ou escrevem sobre ele, repeti-lo uma e outra vez)  quer demonstrar a sua precocidade sempre que lhe apareça uma oportunidade para tal. E sendo assim nunca se coibe de o fazer mal se depare com uma câmara de televisão à sua frente.
Caramba, é demais.  

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor