Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

As "reformas estruturais"

João Gonçalves 18 Ago 14

 

Para, como ele explicou no calçadão, não afectar mais os pensionistas com a "instabilidade constitucional", o dr. Passos aparentemente já deu ordens para manter a CES pelo menos em 2015. Quanto aos trabalhadores das administrações públicas e similares, cujos rendimentos médios sofreram nos últimos quatro anos uma redução da ordem dos 20%, e de 5% em apenas um ano  (o último) - fora os impostos et al -, só mesmo depois de mortos é que muitos deles recuperarão, na prática, alguma coisa. São "marcos" a crédito do dr. Passos o qual, segundo o Sumo Vidente Marcelo, já fez o que devia fazer, ou seja, com estas e outras "reformas estruturais" já ganhou a sua estátua do comendador mesmo que não fique no ano que vem. E seja eventualmente substituído pela nova dream team tirada do pudim flan do mesmo Marcelo, Costa e Rio respectivamente por esta ordem (Marcelo terá recorrido aos pseudónimos que em tempos usava nos jornais para se "inscrever" como "simpatizante" de Costa e como detractor primitivo de Seguro?) Mas há mais "reformas estruturais" destinadas a evitar que as pessoas se "instabilizem" em demasia como esta, da excelsa cabeça do dr. Barreto Xavier, sobre a lei da cópia privada - como se os "operadores" não repercutissem nos consumidores tudo o que o possa maçar a sua farta mercearia. Por estas e por outras, por estes e por outros, como escreveu Vergílio Ferreira, «tenho um dia a começar, uma semana a começar. E é como se tivesse de erguer a pulso a vida toda e ela fosse um astro morto.»

 

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor