Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

CONTRA O RESPEITINHO

João Gonçalves 22 Mar 10


Visto o "debate" entre os três candidatos à presidência do PSD - o Tino de Barros não conta -, feito com um insuportável e pouco profissional ruído de fundo proporcionado pela RTP, ficam duas ou três observações. A primeira, é que Aguiar-Branco nem para presidente de junta de freguesia serve. É um horrível adepto do respeitinho, demasiado timorato para meu gosto. A segunda, que revela uma desilusão, é o respeitinho que o candidato da ruptura, Rangel, manifestou pelo conselheiro Pinto Monteiro como se o conselheiro Pinto Monteiro fosse a estátua do comendador. Por outro lado, não vejo que raio de "responsabilidade" justifica que o maior partido da oposição pareça ser responsável por consensos molengões e evasivos que não levam a lado algum. Finalmente, e como consequência disto tudo, dificilmente Passos Coelho deixará de ser eleito presidente do PSD. É a vida.

Tags

20 comentários

De radical livre a 22.03.2010 às 22:42

mais um jota candidato à manjedoura.

Desidério Erasmo disse no denominado Elogio que a loucura foi educada na ignorância e teve por companheiros o amor-próprio, a preguiça, o prazer, a falta de vontade e outros que não recordo

estive a ler passagens do livro "diálogo dos mortos" de Luciano de Samosata

será sempre desgraça para nós

algures no Antigo Testamento "heri, hodie et in saecula"

De Anónimo a 22.03.2010 às 22:43

Só não gosto muito da sombra tutelar do "Ange'Correia"... E é pena o tipo ter-se metido com o Jardim. Dali pode vir alguma chatice, se não houver habilidade (no Congresso foi zero).

Mas, para correr com o "dito cujo", até estaria disposto a fazer como o Cunhal: "tapar a cara e pôr a cruz no quadrado" Neste caso, não é preciso tanto.

Esta tropa macaca e incompetentérrima só cretina é do pior!

PC

De Votembranco a 22.03.2010 às 23:00

O respeitinho pela estabilidade do governo que está, já me fará gastar menos um xis nas presidenciais. Branco ou Coelho me pouparão outro xis, que ainda duvido um pouco do xis de Rangel. Para completar a coisa, outra vez o paineleiro da bola do FCP, já evitou o consumo do respectivo xis nas autárquicas e voltará a evitar.
Em tempos críticos como o que atravessamos gostaria de lutar ao lado de alguém. Sem alguém que valha a pena, limito-me a poupar xises.

De Garganta Funda... a 22.03.2010 às 23:02

Pelo andar da carroça já se vislumbra quem vai ser o corroceiro.

Outra certeza cientifica é que o PSD - à semelhança do país - também vai dar o berro.

Uma outra verdade já revelada noutros posts e comentários é que o ainda (a prazo..) Admirável Líder, o Sr.Sócrates, diplomado em engenharia da coisa, só sairá de cima quando tudo estiver em baixo e quando já não houver dinheiro para pagar o pagode entretanto já encenado.

O PR - infelizmente- vai continuar a dobrar a espinha e apanhar os cacos da nossa desgraça.

Ao contrário dos promissores dias que agora se celebram - Primavera!; Dia Mundial da Poesia!; Dia Mundial da Água - nada há para comemorar no que concerne a Portugal.

Portugal é um cadáver adiado.

De observador a 22.03.2010 às 23:17

Pois!

O psd sucessor do PPD, só tem lideres do respeitinho...

Já vai sendo tempo de perguntarem, Porquê? Quem o moldou assim?

Sabendo a raíz do problema, pode ser que melhor. Até lá.....

De Pedro Ferreira a 22.03.2010 às 23:35

O PPC é um desastre antecipado.

Aquela da separação de poderes é só com os Tribunais e o PGR fará, segundo aquela cabecinha, da congregação mariana, é de meter medo.

Depois aqueles salamaleques do Aguiar tracinho Branco, mai-la a coisa das fichas e assinaturas, é abaixo de cão. Bem apessoado, mas a perfeita aplicação do Principio de Peter.

Ou o outro barros não sei quê, I have a project, yo tengo un projeto, esse é o tino, género aquele de rans, que qualquer bom partido tem...

Que fica? Rangel!!

Só o estado de insanidade em que caimos não elegerá este principe da palavra e da determinação.

Do melhor que o PSD apresentou nos últimos anos.

Se não for ele, antes das filhós de Natal, estaremos de novo a observar a dança dos candidatos...

De Anónimo a 22.03.2010 às 23:36

A proposta de Passos Coelho de privatizar a RTP é uma verdadeira proposta de ruptura que iria poupar fortunas ao contribuinte.
Não sei se falaram novamente nisto no debate, mas Rangel já expressou a sua oposição total à desnacionalização da RTP. É um defensor da continuação da atribuição de avultados subsidios estatais à RTP.Para um candidato de ruptura esta posição é muito pouco ousada. E depois temos tambem o apoio que Rangel deu, no parlamento, ao demencial codigo penal socratino, que o PSD ajudou a aprovar e Cavaco promulgou sem fazer a minima observação negativa...apoio que o impede de agora advogar a necessária ruptura em termos de leis penais.

De Anónimo a 22.03.2010 às 23:55

Digo isto com pena (apesar de nunca ter sido simpatizante do PSD), mas temos que ver as coisas como elas são: o PSD já não existe como espaço ideológico - nunca o foi muito, diga-se, mas enquanto foi alimentado por algumas famílias, e pelas bases da província (com traço marcado de ruralidade) fez sentido porque era a expressão de um certo "mundo" conservador e simultaneamente de gente com vontade de crescimento, betão e algum progresso social. Acontece que as bases já não estão lá: a província mudou e a geração que o sustentava já não é muito expressiva. Quando se pensa nos partidos políticos, nos seus sucessos e nos seus fracassos, toda a gente parece esquecer que as gerações mudam (e ainda bem, digo eu...) Todos os sentimentos de progresso que o PSD inspirava estão bem vivos hoje no bunker socialista de Sócrates, que é a direita liberal, e está tudo lá, no seu discurso, para apanhar os votos da nova província. Por outras palavras, dois partidos não podem ocupar o centro sem um deles se desfazer, quando se confundem. Tudo isto é uma inevitável perda de tempo. O que (penso eu) vai acontecer é que o CDS lentamente (ou talvez mais rápido do que se pensa) vai crescer até absorver todos os votos "naturais" da direita - mesmo da direita liberal.

De Anónimo a 22.03.2010 às 23:59

Acrescento só uma coisa ao meu comentário anterior. O PPD só tem hoje um representante no activo: Alberto João Jardim. Rangel poderia ser do CDS, Passos Coelho poderia ser do PS, o outro não sei, mas se calhar poderia ser de qualquer um deles.

De jg a 23.03.2010 às 00:01

E que put@ de vida...
(pode não publicar o comentário mas saiu-me o que pensei)

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor