Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Os nossos assangezinhos

João Gonçalves 30 Ago 12

 

Volta não volta, regressa a Maçonaria. Para o meritório propósito do enchimento de chouriços em forma de folhas de órgãos de comunicação social, uma coisa com mais de um mês de edição na internet passou para a televisão com o incandescente termo "pânico". Alegadamente o dito "pânico" aterrou nas cabeças de cerca de mil e quinhentos maçons - vivos, mortos, desaparecidos ou "adormecidos", o rigor aqui não interessa nada mas, sim, a conspícua "teoria da conspiração" de meia dúzia de monomaníacos - cuja identidade (e respectiva Loja dentro do Grande Oriente Lusitano, GOL) foi posta a nu para consolo de outra meia dúzia de voyeurs e aparentados. Também lá estou e, confesso, não fui acometido de nenhum ataque de pânico. Já tinha aqui explicado, a benefício de inventário, a minha relação - breve em ambos os momentos - com o GOL. Agora apenas serviu para me recordar o nome da última Loja por que passei do qual, nova confissão, me tinha esquecido completamente. "Adormecido" desde 1997 - embora, e tal como no direito de família com a afinidade pós separações e divórcios, a "qualidade" maçónica nunca se perca -, é-me indiferente a divulgação desta espécie de index paranóico para consolo onanista de uns quantos "assangezinhos" de trazer por casa. Todavia admito que outras pessoas não pensem assim e vejam nisto, uma vez mais, um sinal daquilo que Jorge de Sena denunciou em verso, «este descaso/ de assassinos que se pisam sem desculpas

2 comentários

De Vortex a 30.08.2012 às 23:32

também consto.
a lista foi elaborada para a comemoração da republica por alguém que extraiu das lojas apenas alguns por isso não foi preparada por chafaricas.há pormenores que revelam profundo conhecimento
dela consta pelo menos um morto: o GM Simões Coimbra

De Nuno Castelo-Branco a 31.08.2012 às 19:02

Recebi a lista há uns dias e ainda não me dei ao frete de a ler com atenção. Apesar disso, dei de chofre com os nomes de três semi-imbecis que por incrível que me pareça - nesta vida os imbecis somos nós! -, desde há uns anos começaram a enriquecer de uma forma inacreditável. Como, não sei, mas que é verdade, isso é. Por outro lado, também deparei com outros convivas parlamentares que "por acaso" têm as esposas na ribalta, umas conhecidas preciosas saquinhas arrecada-pecúlios televisivos, por exemplo. Claro que não tenho nada pró nem contra, mas é a verdade. Isto para ficarmos por aqui. Sendo completamente avesso a teorias da conspiração, "marcenarias" várias, OVNI, teorias da Terra Oca e quejandos, alguns dos nomes podem facilmente fazer-nos crer naquilo que todos ou quase todos desconfiam: sem amiguinhos bem colocados, não vais a sítio algum. Aliás, nas bandeiras dos regimentos, em vez do ..."ditosa Pátria minha amada", bem podiam estampar um garrafal "não vale ultrapassar".

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor