Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Não se queixem

João Gonçalves 26 Dez 13

Não admira que as audiências do "cabo" aumentem enquanto a dos canais generalistas e seus derivados diminuem. Nestes reina a endogamia e o ensimesmamento. Os da "casa" entrevistam-se uns aos outros, entram nos programas uns dos outros, promovem-se uns aos outros, "partilham" uns e outros, com os espectadores que nada lhes pediram, as suas vidas mais ou menos "gloriosas", os seus "amores", as suas coisinhas. É deprimente, mesmo quando só há sorrisos idiotas no ar e, no limite, chega a ser repelente. No fundo parecem "casas dos segredos" em pseudo sofisticado. Ainda vamos ver um dia destes a dra. Judite, por exemplo, a entrevistar uma lampreia de ovos ou um leitão de Negrais gentilmente oferecidos pelo prof. Marcelo, o dr. da Ponte a apresentar o eurofestival da canção com a Furtado ou o recente desenho animado de Clara de Sousa a brincar com o homólogo de João Manzarra em torno do "regresso a mercado". Não se queixem.

"Todos os instrumentos"

João Gonçalves 26 Dez 13

 

Os trabalhadores investidos em funções públicas com formação superior - por causa da "despesa" e dos "problemas" que o senhor PM não quer ver toldarem o radioso final anunciado do seu "ajustamento" de estimação, o tal que justifica o recurso a "todos os instrumentos" (incluirá alguma "solução final" original, "liberal e democrática"?)  são "convidados" a sair com uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma (agora este meritório exercício fica por conta da provável sucessora do dr. Rosalino que entretanto regressa ao quentinho do Banco de Portugal). Todavia, a necessidade continua a aguçar o engenho e vice-versa. Não é para isto que servem os amigos, os conhecidos dos amigos e os amigos dos conhecidos? Se isto não é um país de trampa, cheio da natalícia pelo menos nas ruas de Lisboa , então não sei o que é um país de trampa. Se calhar, melhor é impossível.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor