Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

E assim sucessivamente

João Gonçalves 15 Nov 13



Também me parece óbvio que João César Monteiro mandaria esta gente toda para os mais obscuros dos lugares. "E assim sucessivamente". No entanto, num acesso do mais elementar bom senso, o prof. Poiares Maduro "percebeu". Oxalá esta clarividência o acompanhasse, por exemplo, no dossiê RTP em que não dá uma para a caixa.

 

Foto: Luís Miguel Cintra em Recordações da Casa Amarela de João César Monteiro, de 1989

Não os conheciam?

João Gonçalves 15 Nov 13

Há pessoas e coisas que essas pessoas fazem, ou deixam de fazer, que são autotélicas. Alguns crédulos e porventura bem intencionados, mas mal informados, deputados do PSD pretendiam que o orçamento de 2014 não se dedicasse quase exclusivamente a martirizar, pelos cortes (permanentes, vá lá, já está na hora adulta de o assumir) e pelo fisco, as pessoas e "afligisse", mesmo que moderadamente, por exemplo as PPP's e as empresas de telecomunicações. Mas uma vaca sagrada é uma vaca sagrada para toda a vida. E o Governo, o regime, não consegue deixar de exibir o seu liberalíssimo temor reverencial por esta gente que, de certa maneira, alguns dos seus membros veneram por razões variadas que não vale a pena explicar pelo inefável autotelismo delas. «Foi o próprio Governo que travou a medida. Além da oposição das Finanças, os deputados do PSD também se depararam com a resistência do Ministério da Economia, tutelado por António Pires de Lima, e do parceiro de coligação, o CDS. E, por isso, a ideia não deverá chegar a nascer, o que está a causar alguma frustração dentro do partido.» Não os conheciam?

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor