Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

"Instrumento e bandeira"

João Gonçalves 2 Set 13



Como escreveu ontem o Eduardo Cintra Torres, «substituindo Relvas, Poiares Maduro coincide com todos os partidos parlamentares numa visão estatista da RTP: o Estado deve possuir a RTP como instrumento e bandeira; servir o Estado é mais importante do que servir aos cidadãos conteúdos de interesse público.» Por consequência, decerto que os citados - ministro Maduro e todos os partidos parlamentares sob o alto patrocínio do Senhor PR que também comunga do princípio "instrumento e bandeira" - encontrarão uma maneira airosa de arranjar os 200 millhões para que o "instrumento e bandeira" se mantenha indemne como de há mais de meio século para cá.

Do "elevado interesse público"

João Gonçalves 2 Set 13

 

Durante cerca de dois anos, os últimos, acreditei absurdamente que poderia ajudar algumas pessoas "com influência" na política. E. dentro desta, no poder circunstancial dessas pessoas para "fazer" alguma coisa. Noutra escala, convidei (ou sugeri que convidassem) duas ou três pessoas para outras coisas. Salvo uma, elas lá estão todas contentes a fazer essas coisas. E eu regressei para, por um lado empobrecer sob vários "pontos de vista" e, por outro, para fazer coisas relativamente às quais não tenho a mais remota recordação. Há pior. Há quem tenha andado ao mesmo e quando tudo precipitadamente acabou foi forçado a ir a correr ao centro de emprego para a competente inscrição no "fundo". Ou nem isso. Mais do que a Constituição não lhes ter servido para nada, como ontem avisadamente lembrou o senhor PM, o serviço político de "elevado interesse público" (na circunstância directa ou indirectamente ao serviço dele), ainda lhes serviu para menos. Estou a falar de gente com diferenças substanciais de idade e de, como agora se diz, "competências" e biografias. Por isso, amigo leitor, se alguma vez o convidarem para se imolar no altar da pátria, pense três vezes se não tiver "amigos" e a isto juntar um estilo pimpão ou um insuportável mau feitio que não vai com o respeitinho. Pense pelo seu passado, presente e futuro e, sobretudo, pela sua saúde. No futuro menos, todavia, porque como notava com propriedade John Maynard Keynes, aí estaremos todos infamemente mortos.

Tags

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor