Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Eram e são assim

João Gonçalves 6 Abr 13

 

No livro de citações do presidente Mao Tsé Tung, mais conhecido pelo "Livro Vermelho", a páginas tantas lê-se o seguinte: «Na dinastia Tang, Wei Tcheng também via o erro dum exame unilateral quando dizia: "Quem escutar as duas partes ficará com o espírito esclarecido, quem não escutar mais do que uma permanecerá nas trevas". Não obstante, os nossos camaradas vêem frequentemente os nossos problemas duma maneira unilateral, razão por que lhes acontece darem muitas vezes com a cabeça na parede.» Apesar de terem consumido o referido livrinho, alguns dos velhos epígonos do desdentado Mao - hoje, em geral, reputados "liberais" enlaçados no regime, umas vezes no poder, outras não, mas eminências garantidas na academia e na opinião que se publica e que tagarela nas televisões - não assimilaram tudo como deviam. Nem por isso o maoísmo mais empedernido saiu deles com a mesma rapidez com que eles o trocaram por prebendas regimentais: directores de jornais, opinadores, presidentes de instituições públicas, deputados, membros de governos. De vez em quando, e mesmo odiando-se, lá emerge a antiga camaradagem sob a forma de transportes exaltados quando um deles, contrariando o citado "ensinamento" do Grande Timoneiro, aparece como alegado "exemplo" de probidade republicana e de impoluto defensor dos bons costumes. Sobretudo quando esse "exemplo" ajuda a liquidar sumariamente, sem uma palavra de aviso prévio, alguém com quem se trabalhava lado a lado porque esse alguém estava mesmo a jeito para uma, digamos assim, limpeza a seco perpetrada em directo e a cores. São as partes do "ensinamento" que ficaram, geralmente as piores. E não existe polimento universitário, por mais "exemplar" que seja, que as consiga cobrir.

Tags

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor