Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

Debaixo do nevoeiro

João Gonçalves 21 Mar 13

 

Depois do nevoeiro introduzido, certamente por mera coincidência, pelo "caso Sócrates", a realidade. Por um lado, «a resolução dos problemas no nosso país não está nos salários baixos.» Por outro, «se a Europa quiser realmente evitar o declínio, então a Europa tem que mudar. Só com investimento, crescimento e criação de emprego é que a Europa pode ter futuro.» Dito isto, estamos a falar de decisões políticas. Sem decisão e coordenação política fortes - e não com taticismos e chico-espertismos aprendidos nas cadeiras gastas das secções partidárias - não vamos a lado nenhum.

Aceitam-se apostas

João Gonçalves 21 Mar 13

Como aqui referi, sou ferozmente adepto da liberdade de expressão. Isso inclui, naturalmente, o cidadão José Sócrates. É-me indiferente que ele "comente" na televisão pública ou noutro sítio qualquer -"les beaux esprits se rencontrent". As coisas que para mim são verdadeiramente relevantes não passam por pessoas como o eng. Sócrates, ou sucedâneos, isto é, por questões e figuras apenas pedestres. A "notícia", sim, interessa-me. Não é por acaso que ela aparece no dia seguinte ao despedimento por delito de opinião do antigo director de informação da RTP. Não é por acaso que, numa rede social, o responsável pela comunicação da RTP rejubila com a "ideia" apesar de, e passo a citá-lo ipsis verbis, «esqueci-me de dizer q tenho pena de a ideia de contratar o Scrates nao ter sido minha.» De quem terá sido, então? De Seguro, duvido. De Cavaco Silva, também. E não creio que o primeiro-ministro perca tempo a ver televisão. Aceitam-se apostas.

 

Adenda (com a devida vénia ao Manel Falcão no FB): «Pensamento para o final do dia: quando uma determinada entidade está a ser muito falada em função de alguma coisa que aconteceu, a melhor maneira de deixar de falar do assunto é criar um novo facto que sirva para iniciar outro debate. Não sei porquê, lembrei-me disto depois de ter olhado para o ciclo de comunicação da RTP ao longo desta semana.»

Atracção pelo muro

João Gonçalves 21 Mar 13

«O que acaba de se passar com Chipre assusta. No dia a seguir ao completo fiasco do Conselho Europeu dedicado ao emprego e ao crescimento, a União Europeia decide abordar o grave problema financeiro cipriota atacando o coração de sistema bancário, isto é, a confiança dos cidadãos nas instituições que têm de garantir a segurança dos seus depósitos. Há de facto um sério problema de impunidade financista em Chipre que não pode ser ignorado. Mas ele não pode ser resolvido poupando mais uma vez os especuladores e caindo em cima das poupanças dos cidadãos, impondo-lhes taxas que aparecem como uma inequívoca forma de extorsão. Trata-se de uma machadada que se pode vir a revelar irreparável, não só na confiança dos cidadãos no sistema bancário mas também nas instituições europeias que promovem e caucionam este tipo de soluções. Era do que a Europa, nesta fase, menos precisava. Mas parece que, também aqui, a atracção pelo muro é muito forte.»

 

Manuel Maria Carrilho

Tags

Axioma

João Gonçalves 21 Mar 13

A pátria está doente.

Tags

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor