Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

"Tout homme pour vivre a besoin de fantômes esthétiques. Je les ai poursuivis, cherchés, traqués. Je suis passé par bien des angoisses, bien des enfers. J'ai connu la peur et la terrible solitude. Les faux amis que sont les tranquillisants et les stupéfiants. La prison de la dépression et celle des maisons de santé. De tout cela, un jour je suis sorti, ébloui mais dégrisé. Marcel Proust m'avait appris que "la magnifique et lamentable famille des nerveux est le sel de la terre". J'ai, sans le savoir, fait parti de cette famille. C'est la mienne. Je n'ai pas choisi cette lignée fatale, pourtant c'est grâce à elle que je me suis élevé dans le ciel de la création, que j'ai côtoyé les faiseurs de feu dont parle Rimbaud, que je me suis trouvé et compris que la rencontre la plus importante de la vie était la rencontre avec soi-même."

Yves Saint Laurent

DÉCIMAS

João Gonçalves 17 Dez 05

MOTE

Quero e não posso esquecer-te
Devo odiar-te mas não quero
Sinto perder-me ao perder-te
Não tenho esperança mas quero

VOLTAS

Invadiu-me esta paixão
Naquela tarde de Agosto
Quando olhei para o teu rosto
E tu olhaste pró chão
Disse-me o meu coração
Que tu me correspondeste
Bem sei que em casos destes
Pode haver mal entendido
Mas já não me sai do sentido
Quero e não posso esquecer-te


Cheguei a ter a sensação
Quando me olhavas com ternura
Eu navegava num mar de ventura
Com o vento de feição
Agora que vejo que não
Embora me custe dizer-te
Naufraguei ao conhecer-te
Nas ondas da amargura
E o meu mal já não tem cura
Sinto perder-me ao perder-te


(João Chouriço Paias, Póvoa)

O MACACO HUMANO

João Gonçalves 17 Dez 05


Fui ver o filme do verdadeiro macacão, o "King Kong". É uma razoável metáfora cinematográfica acerca da humanidade da besta e da bestialidade do homem. Quem é que não gostaria de ter um animal daqueles como amigo?

UM FINAL ALEGRE

João Gonçalves 17 Dez 05

Salvo qualquer imprevisto que Soares ou o PS lhe entreguem de mão beijada, Manuel Alegre terminou ontem a sua quixotesca aventura presidencial. É certo que o PS tentou nos últimos dias criar um "facto político" que "salvasse" Soares, apesar de, pelos vistos, Soares preferir tentar salvar-se por si próprio. Ao atiçar suspeitas e ao lançar processos para cima de uma empresa de sondagens - o último a cair nisto foi Santana Lopes com o sucesso que conhecemos -, só porque, muito expectavelmente, o dr. Soares lhe passa a perna, Alegre deitou finalmente a perder a prosápia republicana e "ética" de que tanto gosta de se vangloriar.

"SEMPRE POR BOM CAMINHO"

João Gonçalves 17 Dez 05


Expresso, 17.12.05

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor