Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O SEM SENTIDO DAS COISAS...

João Gonçalves 20 Set 05

... está nesta "notícia" dissecada pelo Paulo Gorjão e que é um perfeito disparate, de alto a baixo.

LER...

João Gonçalves 20 Set 05

...através do José Adelino Maltez, dois grandes poemas de Jorge de Sena, sobre "Portugal", este glorioso "país de sacanas".

LER OS OUTROS

João Gonçalves 20 Set 05

Octávio Ribeiro, "Cavaco e o ruído". E, sobre a Alemanha, o que está muito bem dito aqui.

"INDICADORES DE CONFIANÇA"

João Gonçalves 20 Set 05

Leio que a "confiança dos empresários" sofreu a maior queda desde 2003 e que "os dados referentes à conjuntura económica revelam uma apatia no tecido empresarial e uma queda continuada da actividade económica." Parece que "os empresários acentuam a indefinição política e a falta de estratégia do país e referem que nem nas questões mais técnicas há consenso na classe política." E que "os homens fortes das empresas sublinham a necessidade de estabilidade e afirmam que não podem estar à espera das condições óptimas para reagir", já que, "aos problemas estruturais da economia os empresários querem responder com investimento." Aparentemente não saímos disto. Tivemos Guterres com a sua inepta (quase) maioria e a sua insustentável leveza. Depois veio Barroso, sem o "choque fiscal", mas com a promessa diária de uma "retoma" que ainda hoje não chegou. Santana Lopes não conta. E Sócrates, pelos vistos, não convence. Ninguém consegue "enxertar" confiança na raça. O dr. Pinho, que também tem a seu cargo "a inovação", é o desastre ambulante que se conhece. Mário Lino, das "obras públicas e transportes", deve estar metido no gabinete a desenhar aviões e comboios. Partimos para as autárquicas com 70 candidatos arguidos em processos judiciais, segundo a "estimativa" de um deles. E temos - porque temos e é uma "prioridade nacional"- que fazer um referendo "a correr" sobre o aborto, a crédito da desacreditada "palavra" política. Com estes magníficos "indicadores de confiança", não vamos mesmo a lado nenhum. Será, uma vez mais, que pior é sempre possível?

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor