Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O AUTORITARISMO JACOBINO DE MÁRIO SOARES

João Gonçalves 14 Set 05

O homem que quer "unir os portugueses" já começou a pôr as garras de fora. Com a gentileza que o caracteriza, M. Soares, na sua autista arrogância e no seu auto-convencimento de que é o "pai da pátria", "escolhe" ele mesmo as "qualidades" de um candidato presidencial. Cavaco, naturalmente, não tem nenhumas. Quando muito, e com alguma condescendência, "é um homem sério e respeitador". Falta-lhe, porém, o "humanismo" que a Soares, como temos visto, sobra. Alguém - e não lhe faltam cortesãos para o efeito- devia explicar a Soares que este insuportável paternalismo e este desdém anti-democrático só o prejudicam. A milonga do "humanismo" e da "falta de perfil" é julgável pelo eleitorado e não pelo dr. Soares e pelos seus bajuladores. Os atestados de menoridade intelectual e cívica que ele adora passar aos outros, Alegre incluído, fazem parte de um "perfil" bem conhecido. E esse "perfil" não é certamente aquele que os portugueses reconhecem num presidente da República "tolerante". Na altura certa, o autoritarismo jacobino de Mário Soares terá a resposta que merece.


Adenda: Em Inglaterra, onde se deslocou para proferir uma conferência, Cavaco Silva recusou-se a dizer o que quer que fosse sobre as eleições presidenciais. "Os portugueses não compreenderiam que falasse em Londres", disse, e reafirmou que o fará "muito em breve". Em Paris, pelo contrário, Mário Soares não se poupou em tentar diminuir Cavaco numa rádio local. É não só já uma questão de carácter como de "estilo". E, a propósito de alguns comentários ao que aqui tenho escrito sobre o candidato socialista, reafirmo que fui seu apoiante em 1986, 1991 e nas eleições para o Parlamento Europeu, em 1999. Apoiante, de facto, mas nunca bajulador. Estive com ele quando achei que era importante estar. Agora não estou e vou explicando porquê, até Janeiro. Apenas isso.

AFINAL....

João Gonçalves 14 Set 05

... o homem sempre serve para alguma coisa.

"CONTRIBUINTES" - 2

João Gonçalves 14 Set 05

No Câmara Corporativa, "O lóbi do futebol". A candura exibida pelo ministro das Finanças em relação a dois temas (a escolha do deputado do PS G. Oliveira Martins para presidente do Tribunal de Contas e a "audiência" concedida pelo senhor DGCI a um contribuinte executado) vai ser atalhada com o anúncio, em conjunto com o colega do Trabalho, da extraordinária "metodologia" do "cruzamento de informação" entre o Fisco e a Segurança Social para "caçar" os incumpridores. Em qualquer país minimamente evoluido, isto não passaria de uma trivialidade. Por cá, é uma "novidade" com direito a foguetório destinado a aguçar o engenho e a venalidade congénitos da "esperteza" nacional. Nada mais do que isto.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor