Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

"O ERRO MUDOU?"

João Gonçalves 10 Mar 05

A este poema Fernando Pessoa deu o título de "Natal". Percebi-o melhor quando o vi citado num ensaio de Maria Alzira Seixo, há muitos anos. Podia perfeitamente servir de pórtico ao célebre livrinho de José Gil ou a qualquer meditação séria ou barata acerca de "Portugal, hoje". Não tenho pachorra para comentar o que não há para comentar e, muito menos, para "forjar" comentários. Vão bons os tempos para voltar, por exemplo, à filosofia ou à poesia. Os "blogues" também deviam apreender as virtudes do silêncio e da interrogação, tentando ser menos tagarelas. Já há para aí tanto comentador, ou não há? "O Erro mudou"?

Nasce um Deus. Outros morrem. A Verdade
Nem veio nem se foi: o Erro mudou.
Temos agora uma outra Eternidade,
E era sempre melhor o que passou.

Cega, a Ciência a inútil gleba lavra.
Louca, a fé vive o sonho do seu culto.
Um deus novo é só uma palavra.
Não procures nem creias: tudo é oculto.

Fernando Pessoa

MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA

João Gonçalves 10 Mar 05

Ana Gomes anda preocupada com as "amarras". O meu amigo Mário - também ele um transumante no eixo Lisboa-Bruxelas - fala em "desafios estruturantes". Que diabo quer ele dizer com isto? Que a blogosfera, esmagada pelo "absolutismo socrático", subitamente "boazinha" e chata, passe a espremer "postas" sociológicas?

UMA MULHER SEM AMARRAS

João Gonçalves 10 Mar 05

Saúda-se o regresso da azougada Ana Gomes - ainda se lembram dela...? - numa "posta" inconfundível publicada no Causa Nossa. Estou à vontade porque, indirectamente, votei nela nas "europeias". E gosto sempre de a ver assim, solta, muito fresca, "sem amarras". Bem lá ao longe.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor