Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

O ÚTIL

João Gonçalves 2 Fev 05

A prosápia solene e compungida do dr. Portas pode ser que comova algum eleitorado "laranja", assustado com a prestação do dr. Lopes. Quanto ao mais, nada daquilo nos deve minimamente impressionar. O PP sabe perfeitamente em que circunstâncias e por que mãos foi para o governo. Era apenas "útil". Por causa dessas circunstâncias e dessas mesmas mãos, será tranquilamente removido. E, nesse momento, torna-se-á simplesmente "inútil".

SERÁ QUE...

João Gonçalves 2 Fev 05

... os dirigentes in oficio e os ilustres "reformados" do PSD estão dispostos as aparecer ao lado deste deprimente one man show , cada vez mais cheio do seu próprio vazio?

UM HOMEM EM TRANSE

João Gonçalves 2 Fev 05

Amanhã há um "debate". Se não fosse pelo que se seguiria, eu aconselharia o eng. º Sócrates a não comparecer. Santana Lopes cada vez menos merece que se perca demasiado tempo com ele. Há pouco, ao vê-lo a e ao ouvi-lo, só percebi que o local era o Clube Americano pela bandeira. O querido e falecido Parque Mayer, ou mesmo o circo da simpática família Cardinalli, teriam porventura sido mais adequados à arenga delirante. As pessoas que assistiram àquele almoço devem legitimamente interrogar-se sobre as "ideias" que aquele homem em transe lhes apresentou. Ou as televisões também fazem parte do amplo "contra" que o persegue e só escolhem passar os momentos de "elevação"em que Lopes dispara "contra mundum", ou então aquilo é mesmo verdade e é, como efectivamente é, muito mau. Sócrates corre assim o risco de nada poder seriamente debater. Por isso eu recupero "o essencial" do que coloquei no último artigo para O Independente:


Entretidos com o circo, espera-se pois que os portugueses não se afastem do essencial. E o essencial passa por responder, com realismo, a duas perguntinhas muito simples. A primeira diz respeito ao perfil de chefe do Executivo. “Depois da experiência dos últimos meses, acha que o dr. Santana Lopes possui as qualidades necessárias para continuar a exercer as funções de primeiro-ministro?” A segunda aponta à contingência do actual momento nacional. “Entende que é melhor para o país, nesta altura, ser governado a partir de uma maioria absoluta ou deve antes sustentar-se o Executivo em acordos precários e ambíguos no Parlamento?”

LER

João Gonçalves 2 Fev 05

... no Crítico duas notas sobre música e política (parece estranho, mas não é: é quase só disso que se trata): "Mais uma nota sobre o S. Carlos" e "Orquestra Sinfónica Portuguesa - O Pecado Original de Álvaro Cassuto e de Santana Lopes". Teresa Caeiro, o sublime achado do dr. Portas para a "cultura", deu posse - serôdia, porque já estavam em exercício há uns meses - a dois novos membros da direcção do teatro de ópera nacional. Como um deles exerce em simultâneo as funções de "coordenador" das actividades dos corpos artísticos do Teatro, a saber, a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o coro, por que é que o Crítico não o questiona directamente?

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor