Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

CONVÉM...

João Gonçalves 27 Jan 05

... ir lendo o Pedro Magalhães, o primeiro da coluna de links da direita, pelo menos durante o período eleitoral em curso. Algo que só termina sensivelmente daqui a um ano com um novo Presidente.

LER OS OUTROS

João Gonçalves 27 Jan 05

"A Lambisgóia", no Para lá de Bagdade. O dr. Portas tem "um governo", mas não tem nenhum programa, nem lhe interessa ter. Bastam-lhe -julga ele - as remakes enjoativas do auto-elogio pela "obra" na Defesa Nacional. É feio, no mínimo, usar uma função de soberania como cartaz eleitoral. E é ainda pior insistir demagogicamente no déjá vu como se fosse uma novidade.

DUROS E MOLES

João Gonçalves 27 Jan 05

As sondagens - nunca é demais repeti-lo - valem o que valem. A revista Visão inclui uma, bastante detalhada, que é reveladora do crescente desinteresse da opinião pública pelas próximas eleições legislativas. É preocupante - ou devia ser - constatar que pode agravar-se a tendência para pensar que 20 de Fevereiro não vai resolver nada. A pré-campanha pouco tem feito para eliminar este "pensamento negativo". O PS não conseguiu, até agora, incutir a necessária confiança e o indispensável estímulo que levem as pessoas a conceder-lhe uma maioria absoluta. Temos nós, os "independentes", feito mais por ela, nas nossas modestas possibilidades, do que o PS. Para estas coisas existe uma "gramática" simples que já deveria estar completamente interiorizada pelos chamados "profissionais" da política partidária. Não se pode entrar neste combate pelo lado "mole". Santana Lopes recorda-o todos os dias e a todas as horas. Não deve dar para ele ganhar, mas dá seguramente para baralhar. E do que o país menos precisa, é de que das eleições saia uma confusão e não uma solução. Ignoro se os "estrategas" do Largo do Rato já perceberam isto e se já "sentiram" verdadeiramente o que o eleitorado anda por aí a suspirar.

É PRECISO...

João Gonçalves 27 Jan 05

... convicção, convicção e mais convicção. O resto é vaidade e vento que passa.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor