Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

portugal dos pequeninos

Um blog de João Gonçalves MENU

VITORINO OU A FESTA DA DONA CONSTÂNCIA

João Gonçalves 1 Jul 09

O pequeno Vitorino, recuperado como "coordenador programático" eleitoral do PS, acha que o Chefe de Estado está empenhado numa coisa a que chama de "activismo declaratório". Não sei se pela cabeça quase sempre luminosa de Vitorino perpassa alguma síndrome de censura a Cavaco. Ou seja, censura no sentido de que ele não pode pronunciar-se e que deve, respeitosamente, acatar o papel de estátua do Comendador. O pequeno Vitorino parte assim mal para a sua "coordenação". Porque parte no pressuposto de que o regime tem donos, na circunstância a seita em que ele milita. Sucede que não tem. Tem eleitos. O admirável líder, por exemplo, é um. Cavaco é outro. Vem nos manuais.

20 comentários

De Anónimo a 01.07.2009 às 14:39

Não, caro autor da prosa, não é ver nos manuais, é... ver em Macau!
Mas isso, por ora, pouco ou nada interessa, o que interessa é perceber o papel de alguns tipos no jogo em que o PS está envolvido. Só o desespero de Sócrates traria Vitorino para este papel, e só a necessidade de uns favores de estado levaram Vitorino a assumir estas aborrecidas funções. Mas o risco é grande. É que há gente, do PSD ao BE que sabem muito bem como neutralizar as bocas do homem. E basta uma pequena notícia num qualquer jornal sobre determinado assunto para que denominado personagem alegue ferventes assuntos particulares para deixar os afazeres públicos, ou com importante publicidade, como as actuais no PS.
E a malta vai-se rir a tripa forra depois.
Hortêncio

De Olex a 01.07.2009 às 14:50

Possivelmente o pequeno desejaria o activismo "tout court" de Sampaio que demitiu um governo maioritáruio com 4 meses ao "activismo declaratório".

De rb a 01.07.2009 às 14:54

Não sabia que ao admirável Chefe de Estado cabe o papel de fazer coro de determinado partido de oposição. Como árbitro que é, devia mostrar-se mais imparcial.

De João Sousa a 01.07.2009 às 14:59

O brilhantismo da cabeça de Vitorino deve ser o reflexo da luz na careca.

De Anónimo a 01.07.2009 às 15:12

A rapaziada rosa quer ir de férias descansada, e só agora (por culpa) das sondagens deu-se de conta que não tinha feito os "trabalhos de casa".

Andam positivamente "atrás das perdas", e fazem questão de as divulgar nos vários diários do (seu) regime, como é o caso de um artigo de opinião escrito pelo Vital(ino) Moreira no Diário Económico.

As coisas que lhes vão pela cabeça.

A

Rui

PS. A propósito : Coco Rosie - Tema: Armageddon

De Mani Pulite a 01.07.2009 às 15:17

Está em curso uma campanha orquestrada do poder Socialo-Sócretino de extrema violência e usando meios consideráveis para controlar a informação e intimidar todos os que lhe fazem frente.Depois da derrota da tomada de controlo da TVI,em desespero, os alvos de eleição desta campanha são MFL e Cavaco.O criado de quarto Granadeiro permitiu-se atacar MFL e agora o Homúnculo Vitorino,o homem que saiu do Governo Guterres em condições desonrosas,o homem sombrio de Macau,o discípulo dilecto do Padrinho Santos,o homem para quem a política é um negócio e os negócios a sua política,atreve-se a tentar intimidar e calar o PR.Um verdadeiro caso de polícia.

De joshua a 01.07.2009 às 15:58

A camarilha súcia sente-se dona do Regime e pela-se pelo efeito 'confuso' do voto noutra coisa qualquer que neles.

Na verdade, é por causa de esse asco particular ao voto que esse Flato de Esquerda, que é o PS, atira para a praça à vez os seus caniches de fila: ora Vitorino, ora Soares, ora Gulherme de Oliveira Martins com uma achega arqueológica sobre a PT e MFL, ora João Tiago Silveira, todos a seu tempo vem a terreiro tentar soprar no seu balão furado ou, o que é o mesmo, a despejar o seu Flato de Esquerda muito pouco de esquerda e e imensamente Flato.

De Anónimo a 01.07.2009 às 16:19

Depois de ouvir os "obamas" a dizer que a fórmula para o PS tem de ser pôr as pessoas a falar com os vizinhos, amigos e conhecidos a explicar como é bom o produto que nos oferecem, já nada espanta. Melhor só o outro a explicar que eles vieram dos EUA a custo zero, muito preocupado com mal-entendidos, não vá alguém pensar que tem custos. E foi por troca, dos serviços que o PS lá foi prestar na campanha, explicou ele.

De Anónimo a 01.07.2009 às 16:21

Senhor Vitorino: AGUENTE!

De Nuno Castelo-Branco a 01.07.2009 às 16:58

O sr. Vitorino devia dar uma vista de olhos nos jornais de há uns anos, quando os camaradas Soares e Sampaio eram useiros e vezeiros em "activismos declaratórios" e não só: das declarações passavam aos actos. Nem sequer tem qualquer direito em admirar-se com as atitudes de Cavaco que rotineiramente cumpre aquilo que diz respeito á figura constitucional que encarna. Ou o sr. Vitorino não sabe o que é uma república? Talvez perceba quando num futuro mais ou menos próximo lhe surja uma dissolução parlamentar, com ou sem maioria absoluta.


*Gostei da nova expressão que usas quando te referes a Belém: Chefe do Estado.

Há cem anos, quando "eles" se referiam a D. Manuel na imprensa, também já não lhe chamavam "...o Rei", substituindo a expressão por "...o Chefe do Estado". Sintomático. Gostei!

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • André

    Gosto muito da sua posição. Também gosto de ami...

  • Maria

    Não. O Prof. Marcelo tem percorrido este tempo co...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, no meio da abundante desregulação ...

  • António Maria

    Completamente de acordo.Ontem tive vergonha de ser...

  • Fernando Ferreira

    Caríssimo João, «plus ça change, plus c'est la mêm...

Os livros

Sobre o autor

foto do autor